ABRAMAT: resultado de abril demonstra manutenção de um otimismo moderado da Indústrias de Materiais de Construção

ABRAMAT: resultado de abril demonstra manutenção de um otimismo moderado da Indústrias de Materiais de Construção

abril 28, 2021 Comentários desativados em ABRAMAT: resultado de abril demonstra manutenção de um otimismo moderado da Indústrias de Materiais de Construção By admin

A ABRAMAT (Associação Brasileira da Indústria de Materiais de Construção) divulga nessa quarta-feira, 28, a nova edição do Termômetro da Indústria de Materiais de Construção (anexo ao final do texto). A pesquisa de opinião realizada com as lideranças do setor indica que as empresas associadas mantêm um ligeiro otimismo em relação aos resultados em abril. Para 44% dos associados da ABRAMAT o mês apresentará resultado bom e 16% apontam o período como muito bom.

Para maio a expectativa por bons resultados apresentou crescimento, com 52% das empresas associadas estimando resultado bom, 12% muito bom e apenas 4% ruim. A pesquisa também apresenta os dados consolidados de março de 2021, indicando que o mês foi de bons resultados para o setor. O estudo aponta que 36% das empresas consideraram o terceiro mês do ano muito bom, 40% bom, e 20% regular.

O Termômetro da ABRAMAT também traz informações acerca do nível de utilização da capacidade instalada da indústria de materiais. Em abril, a utilização da capacidade industrial se manteve em 80% na média das empresas associadas, mesmo percentual em relação a março de 2021, mas 26 pontos percentuais a mais do que o registrado em abril de 2020, época do início da crise gerada pela COVID-19.

As pretensões de investimento em abril de 2021 cresceram, com aumento de 5 pontos percentuais em relação ao mês anterior, com 72% das indústrias de materiais indicando que devem investir nos próximos 12 meses, seja para aumento da capacidade produtiva, seja na modernização dos meios de produção. Esse patamar é bem acima do período pré-crise e já reflete a execução de muitos dos investimentos projetados. Em abril do ano passado, em função da crise, este indicador era de apenas 36%.

“A atual edição do Termômetro da ABRAMAT indica que o setor mantém um otimismo moderado com a retomada da economia doméstica, apesar das incertezas e o impacto das diversas externalidades presentes no cenário do Brasil e do mundo. O panorama ainda é muito incerto e é necessário agir com cautela nesse contexto em que a indústria de materiais de construção vive um momento importante de retomada da recuperação iniciada em 2018, com aumento de produção e investimentos, principalmente neste primeiro trimestre, buscando maior produtividade e modernização. A pesquisa demonstra que a indústria está procurando cumprir um papel importante na geração de empregos e atração de investimentos em nossa economia, fatores importantes para a retomada da atividade econômica no atual contexto”, ressalta Rodrigo Navarro, presidente da ABRAMAT.

Comments are closed