Category Archive decoração

Casa It Home propõe olhares múltiplos para o novo morar

De 18 de novembro a 28 de fevereiro de 2021, um time formado por importantes escritórios de arquitetura, design de interiores e paisagismo apresenta propostas criativas e inovadoras para o novo morar na mostra digital CASA ITHOME.

Mais do que uma mostra de decoração, a CASA ITHOME é uma experiência 100% interativa e imersiva, que conecta público, profissionais, indústria e lojistas ao apresentar as inspirações e tendências para a casa dos novos tempos.

“Nunca passamos tanto tempo dentro de casa, o que influencia diretamente a relação morador e moradia. A casa ganhou novo significado e, mais do que isso, novas funções. É preciso reinterpretá-la, redesenhar layouts, repensar ambientes”, explica Denis Nunciaroni, publisher da IT HOME e idealizador da mostra.

Alinhada com o cenário atual, a mostra foi totalmente criada a partir de projetos 3D realísticos e reúne mais de 30 ambientes, que podem ser visitados em tour 360, vídeo ou galeria de imagens pelo site https://www.casaithome.com.br.

Com ajuda da tecnologia, o passeio virtual permite ao visitante ser recepcionado pelos próprios profissionais que assinam os espaços. E se ele quiser mais informações sobre uma peça ou revestimento, basta um clique.

A mostra pode ser acessada 24h por dia, 7 dias por semana, gratuitamente, seja via celular na pausa para o almoço, pelo computador no intervalo do café ou no conforto do sofá, com a família, na sua Smart TV.

Quem assina o master plan de todo o projeto é a Gaia Cenografia, empresa responsável pela cenografia de grandes eventos e festivais, como Lollapalooza, Tomorowland e Beatle Mania Experience.

Além da mostra em si, a CASA ITHOME terá atrações complementares, como uma exposição de mobiliário autoral assinado por grandes nomes do design contemporâneo brasileiro; o edifício SENAC, com quatro apartamentos completos idealizados por alunos de pós-graduação da instituição; e o Espaço D&D Shopping, que traz para o mundo virtual a mostra de paisagismo indoor D&D Garden Design, realizada nos corredores do shopping.

A CASA ITHOME conta com o apoio de D&D Shopping, DW! e SENAC. Entre os fornecedores oficiais estão Berneck, Cocuroci Home, Docol, Natuzzi SP, Online Quadros, Ornare, Pormade, Portinari Concept by Staccato, Saccaro Gabriel, Santa Mônica Tapetes, Sierra Gabriel, Silvestre Vidros, Tarkett, Todeschini Arte Cozinhas, UD House, V Mobili e Wall Covering.

CONHEÇA OS NOMES QUE ASSINAM OS AMBIENTES DA CASA ITHOME

Adriana Di Garcia

Adriana Giacometti

Angra Design

Audrey Barranco

Carlos Rocha e Ernesto Almeida

Cinthia Duarte

Cristiane Schiavoni

Cristiane Vassoler

Deborah Roig

Doma Arquitetura

Elaine Alberico

Elaine Vilela

Felipe Luciano

In.Tetto

Isabella Nalon

Léo Shehtman

Letícia Garin

Marcela Rocca

Negrelli & Teixeira

Nor Arquitetura

Patricia Pasquini

Piloni Arquitetura

Renata Foganholi

Roberto Borja

Shenia Nogueira

Spaço Interior

Triarq Studio

Vanessa Magalhães

VilaVille Arquitetura

3Cs Arquitetura e Engenharia

Serviço:

Mostra CASA ITHOME

De 18 de novembro a 28 de fevereiro de 2021

Acesso gratuito pelo site www.casaithome.com.br

Tags, , ,

Empresas de mobiliário e escritórios de arquitetura apostam em inovação e novos modelos de projetos corporativos

A pandemia da Covid-19 impulsionou uma verdadeira revolução nos espaços corporativos como conhecemos. Apostando em inovação, empresas de mobiliário para escritório e arquitetos focados em projetos corporativos revisitaram suas estratégias e apostam em soluções inovadoras pensadas para as mudanças de médio e longo prazo. É o caso da Hub, empresa de inovação da Móveis Riccó focada em locação de móveis corporativos por assinatura, que desenvolveu o conceito chamado de Safe Design – consiste em adequar estações de trabalho diante de medidas de distanciamento, registrando uma redução média de 25% a 75% das posições. E também do Estudio Guto Requena, comandado pelo arquiteto e designer que já desenhou cerca de 50.000m² de projetos corporativos nos últimos anos e lidera uma pesquisa para mapear e investigar as tendências para o escritório do futuro antes mesmo da pandemia começar.

Nesse cenário, a Hub, que já criou soluções com esse conceito para 32 grandes e médias empresas, provendo soluções que permitem adequar o layout corporativo, com iniciativas de reestruturação contemplando distanciamento mínimo de dois metros entre as pessoas, implantação de divisores frontais e laterais de vidro e proteção nos corredores para diminuir o contato dos colaboradores com o fluxo das áreas de passagem. Além disso, a empresa pensa em comodidades para o home office, uma modalidade empresarial que veio para ficar. Desde o início da quarentena, a empresa enviou cerca de 1.300 cadeiras para a casa dos colaboradores de seus clientes e criou peças adaptadas e soluções elétricas adequadas à dinâmica residencial. A estimativa é fornecer mais 3.000 cadeiras ainda esse ano, além de lançamentos de novos produtos voltados para empresas que estão fornecendo ergonomia às equipes em home office.

No entanto, as mudanças vão além do espaço físico e significam uma transformação na forma como nos relacionamos com o trabalho. Para as próximas décadas, a aposta do Estudio Guto Requena é um testemunho de um espaço de trabalho que valoriza a experiência humana. “Os escritórios deverão ser inteligentes e saudáveis, cada vez mais os funcionários serão exigentes em relação à própria saúde e bem-estar”, comenta. Assinando vários projetos corporativos recentes alinhados com as premissas do futuro dos espaços corporativos, o EGR acredita na potência da tecnologia como aliada para criar espaços flexíveis, dinâmicos e funcionais.

Pesquisas apontam que 58% dos ambientes de trabalho do mundo não têm vegetação e segundo o EGR, esta será uma mudança expressiva nos próximos anos. Os benefícios de incluir vegetação nos projetos são endossados por diferentes análises científicas. Os ganhos são psicológicos, biológicos e também afetam diretamente a capacidade criativa. Segundo a reportagem The Global Impact of Biophilic Design in the Workplace, publicada em 2015 pelo professor de Psicologia Organizacional (Organizational Psychologist) Cary Cooper, pessoas que trabalham em espaços com vegetação natural são 15% mais criativas. Além disso, com um número suficiente de plantas é possível reduzir em 60% o número de colônia de bactérias, além de reduzir em 24% as dores de cabeça de quem trabalha no espaço.

Atento a essas novas perspectivas sobre o jeito de criar ambientes corporativos, o Estudio Guto Requena lançou recentemente sua primeira coleção de móveis para escritório. A Linha Bafafá é um desdobramento desse aprofundamento no segmento, que teve como eixo central repensar o ambiente de trabalho e torná-lo mais humano, afetivo e eficaz. A coleção reúne quatro itens, incluindo uma alcova, um sofá, um otomano e uma poltrona, com encostos reforçados que podem servir como assento, além de braços largos para apoiar computadores e outras ferramentas de trabalho, possibilitando a realização de encontros e reuniões de forma espontânea, descontraída e flexível. As peças têm uma cartela de cores diversificada e customizável.

Decoração Virtual ajuda a vender o imóvel com mais facilidade

O mercado imobiliário acelerou após a recessão econômica e muitos imóveis, novos ou usados estão sendo vendidos. Sabe-se que preparar uma casa que está em exposição é uma ferramenta de marketing que já é utilizada há décadas. E, uma demanda, que ficou comum, foi a de alugar móveis, obras de arte, plantas e decoração para ajudar os compradores a se imaginarem morando na casa.

Uma pesquisa da National Association of Realtors relata que 62% dos corretores de imóveis descobriram que casas encenadas ficam menos tempo disponíveis no mercado e aumentam o preço da venda, mas que a locação de móveis e objetos para decorar é cara e complicada, pois requer bom gosto e tempo para fazer do jeito certo.

Por isso, corretores de todo o mundo estão adotando a simulação virtual dos ambientes. É uma opção muito mais fácil e barata. Observando o mercado, Leonardo Bartz, fundador do marketplace de arquitetura e designers 3D, FullFreela, resolveu investir no ramo e criou o Decorado Virtual.

“Estudei bastante essa tendência e enxerguei que tem tudo para bombar no Brasil. Hoje, a maioria das pessoas está olhando fotos online e ter um ambiente decorado ajuda na visualização da casa que ela pode comprar”, afirma Bartz.

O empresário explica que ao fornecer uma imagem de uma sala vazia a um serviço de encenação virtual que aprimora digitalmente com um sofá da moda e obras de arte cuidadosamente colocadas, os agentes e proprietários evitam o incômodo de trazer um visual totalmente novo. “Se o corretor de imóveis fosse mobiliar o ambiente completo, alugando os móveis, ele gastaria no mínimo R﹩ 12 mil reais. O Decorado Virtual custa, a partir de R﹩ 349 o ambiente e a visualização é até melhor”, complementa.

Leonardo também aponta as inúmeras opções que os vendedores têm a disposição na hora de fazer a decoração virtual. “O corretor de imóveis pode fazer escolher o que ele quer, como, por exemplo, pintar as paredes, o chão, mudar as luminárias, colorir armários e muito mais”, explica.

A meta é automatizar grande parte do processo e gerar escala para portais de imóveis, corretores e imobiliárias. Ano que vem queremos entregar mais de mil imagens por mês, quando o processo de automação tiver sido concluído.

A pandemia foi um dos fatores que fez o empresário querer trazer esse modelo de negócio para o Brasil e ele acredita que os corretores de imóveis independentes, grandes empresas e até construtoras vão perceber que a Decoração Virtual é mais atraente no curto prazo e econômica no longo prazo.

“Ao contrário da encenação física, que pode levar semanas para ser concluída, a decoração virtual precisa de algumas horas, dependendo da complexidade do projeto. Então, é possível fazer mais cenários em menos tempo e, todos sabem que, no mercado imobiliário, tempo é dinheiro”, finaliza Bartz.

Tags, , ,

Mobly abre primeira loja física no Brasil

Seguindo os passos de gigantes da internet, a Mobly, startup de tecnologia que atua no varejo de móveis e itens de decoração, decidiu investir no offline para ganhar ainda mais mercado e oferecer uma experiência de compra completa para os seus clientes. A inauguração da primeira loja física no Brasil custou cerca de R$ 6,5 milhões e a abertura para o público acontece no dia 12 de julho. “Esperamos movimentar um fluxo de 10 a 15 mil clientes por mês na loja e levantar um ticket médio de mil reais”, afirma Victor Noda, sócio fundador da Mobly.

Localizada na Marginal Pinheiros (Av. das Nações Unidas, 16.737), a loja ocupa uma área de 4,5 mil metros quadrados e foram necessários aproximadamente nove meses até que a estrutura estivesse pronta para acomodar os mais de dois mil itens que estarão disponíveis a pronta entrega. A estratégia, segundo a empresa, é que no futuro as compras do e-commerce e loja física estejam totalmente integradas, o que permitirá comprar pela internet e retirar na loja. Outras facilidades já estarão disponíveis desde a inauguração do espaço para proporcionar uma nova experiência de compra aos consumidores.

A loja, que tem seu projeto assinado pelo arquiteto Julio Takano, nasceu com o conceito omnichannel, de integração dos canais de atendimento, e irá oferecer recursos tecnológicos como wi-fi gratuito, totens e tablets, para interação dos clientes, auditório com projeção para eventos, além de um self checkout – equipamento de autoatendimento onde o cliente sozinho passa e paga pelas suas compras com rapidez e comodidade.

“Investimos na quantidade de sortimentos e na exposição dos produtos para aproximarmos os clientes ainda mais da marca e das novas tecnologias que podem ajudar na hora de escolher o móvel ideal para cada ambiente”, explica Noda. O objetivo, de acordo com o executivo, é que a Mobly esteja presente em cada micro-momento dos clientes, seja na compra da primeira casa, no casamento ou na mudança para um apartamento maior, como é o caso das famílias quando crescem e precisam de mais quartos para acomodar os filhos.

A Mobly também separou uma novidade para os amantes de filmes e séries: a loja física contará com ambientes decorados com móveis e objetos inspirados em produções famosas. Os primeiros três ambientes irão recriar os cenários de Friends, Simpsons e Toy Story e estarão disponíveis para visitação durante três meses a partir da inauguração oficial.

O funcionamento da loja será de segunda a sábado das 10h às 22h e domingos e feriados das 10h às 20h.

Tags, , , ,

CASACOR São Paulo inicia venda de ingressos para edição 2019

Já começou a pré-venda on-line de ingressos para a CASACOR 2019 e quem acessar o site e já garantir a entrada, terá 20% de desconto (não aplicável para meia-entrada) na compra antecipada, que vai até o dia 30 de abril.

O evento chega a sua 33ª edição com o tema Planeta Casa, em mais de 70 espaços decorados (entre casas, lofts, lounges, salas, banheiros, estúdios e apartamentos) no Jockey Club de São Paulo. Desde 1986, a CASACOR, que é a maior mostra de arquitetura, decoração, design e paisagismo das Américas, tornou-se referência nacional e internacional no segmento, por revelar muitos dos grandes nomes atuais do mercado, começa no dia 28 de maio e vai até 04 de agosto

Para a comodidade do visitante, já está disponível a venda online pelo site casacor.byinti.com . Os valores vão de R$51,20 a R$80. Os ingressos poderão ser adquiridos também na bilheteria do evento a partir de 28 de maio, data de abertura ao público. Não será cobrado nenhum tipo de taxa de conveniência pela compra online.

SERVIÇO CASACOR SP 2019

QUANDO?

De 28 de maio a 04 de agosto

Terça a sábado, das 12h às 21h

Domingos e feriados, das 12h às 20h

QUANTO?

De terça a quinta-feira:

Ingresso inteiro: R$ 64,00/ Meia entrada: R$32,00

Com 20% de desconto: R$51,20

De sexta a domingo e feriados:

Ingresso inteiro: R$ 80,00/ Meia entrada: R$40,00

Com 20% de desconto: R$ 64,00

Gratuidade: Crianças até 12 anos.

As vendas dos ingressos para São Paulo estão disponíveis no site: casacor.byinti.com

ONDE?

Valet: R$ 40

Jockey Club de São Paulo – Avenida Lineu de Paula Machado, 875

Classificação: Livre.

Tags, ,