Category Archive imobiliárias

Pesquisa inédita apresenta dados sobre condomínios de galpões em Curitiba

O mercado de galpões industriais no Brasil vem crescendo nos últimos anos. Em outubro/2020, a capital paranaense e sua região metropolitana somaram 1.498.410 m² de área construída com uma taxa de vacância de 15,7% o que representa um bom índice para o Estado.

No 1° semestre/2020 houve um aumento de 47% no faturamento do e-commerce brasileiro (Fonte: Ebit Nielsen Webshoppers 42ª edição). Consequentemente, a procura por galpões logísticos vem aumentando seja para produtos eletrônicos, móveis e decoração, artigos esportivos, supermercados, farmácias, dentre outros.

Segundo Jaime Galperin, Diretor de Negócios Industriais e Logísticos da Top Soluções Imobiliárias “há 32 anos a Top vem mapeando o mercado de galpões e agora decidimos compartilhar os dados coletados pois entendemos que a divulgação e investimento em galpões é estratégico em todo o Estado”.

Ao longo dos anos, a Top Soluções Imobiliárias vem acompanhando o mercado de imóveis industriais, observando seu crescimento e analisando o perfil dos seus clientes. O estudo é uma coleta de dados quantitativa contemplando galpões classe A+, A e B e mostra dados como evolução da taxa de vacância, evolução do valor de locação, preço médio, absorção líquida, dentre outras informações.

Curitiba, por exemplo, concentra grandes e pequenos galpões na região sul da cidade, onde fica a maior parte de suas indústrias. Entretanto, sua proximidade com a região central favorece o last mile logístico. Já Pinhais é o município mais próximo da capital e ideal para distribuição de pequenas mercadorias. Também fazem parte da pesquisa cidades como São José dos Pinhais, Campina Grande do Sul, Araucária e Quatro Barras.

No Paraná, de maneira geral, o mercado tem fortes indícios de crescimento e oportunidades de construção de novos galpões classe A e B em regiões próximas à capital. Confira a pesquisa completa no link https://mkt.topsi.com.br/condominios-de-galpoes

Tags, , ,

QuintoAndar anuncia João Chueiri como novo CMO

O QuintoAndar, plataforma imobiliária digital com mais de R$ 30 bilhões de ativos sob gestão, anuncia João Chueiri como Chief Marketing Officer (CMO). Chueiri será responsável por comandar as estruturas de branding & content, performance, insights, comms & PR e product marketing.

Com ampla experiência em marcas globais, nos últimos seis anos João atuou como vice-presidente sênior de marketing na AB-Inbev. Foi diretor de marketing da Nike durante a Copa do Mundo de 2014 e as Olimpíadas do Rio de Janeiro em 2016. Antes, trabalhou em algumas das principais agências de publicidade do país, como F/Nazca Saatchi & Saatchi e J. Walter Thompson.

“Tenho total convicção no poder das marcas e que um negócio só é sustentável se resolver um problema real da vida das pessoas. O QuintoAndar fez exatamente isso ao reinventar, sem drama e para melhor, a forma como as pessoas alugam, compram e vende casas”, diz João Chueiri, CMO do QuintoAndar. “Participar da evolução dessa marca e contribuir com minha experiência num time de gente talentosa, inovadora e com muita visão, é uma oportunidade rara de ajudar a efetivamente a reinventar uma indústria, criar uma marca relevante e duradoura e causar impacto positivo na vida das pessoas.”

A chegada de Chueri está em linha com a estratégia do QuintoAndar, que vem buscando talentos de nível global para continuar acelerando o ritmo de introdução de produtos e serviços que beneficiem clientes e o mercado imobiliário brasileiro.

Tags, ,

Imobiliária Digital: Grupo Wichman cria rede de franquias voltada para o mercado imobiliário

A crise econômica e trabalhista gerada como consequência da pandemia do novo coronavírus, pode aumentar o número de desempregados no mundo em quase 25 milhões, segundo dados da Organização Internacional do Trabalho (OIT). Para driblar esse problema e ajudar os mais de 389 mil corretores de imóveis que atuam no Brasil, os empresários e sócios Marluz Felipe Wichmann e Alberto Schaffer criaram a BIMOB Leads, rede de franquia home-office.

BIMOB Leads é uma plataforma digital, focada na inovação e novas tecnologias da área imobiliária, que atua por meio de franquias conectadas em rede. “Criamos a BIMOB Leads para desburocratizar o processo de compra, venda e aluguel de imóveis e tornar possível que corretores de diversos locais do Brasil consigam trabalhar independente do local em que se encontram”, afirma Wichmann.

Com investimento inicial a partir de R﹩ 4.997,00, o corretor pode oferecer aos seus clientes compra, venda e aluguel de mais de 10 mil imóveis em todo o Brasil. Além disso, ele também terá ganhos com venda compartilhada. “Se um corretor for de São Paulo e tiver um cliente com interesse em alugar ou comprar um imóvel no Rio Grande do Sul, ele pode indicar um corretor da cidade e dividir a comissão”, explica o sócio Alberto Schaffer.

O corretor terá ainda uma plataforma com uma rede de parceiros de diversos produtos e serviços extras, como, por exemplo, créditos e financiamentos imobiliários, vistorias, manutenções, seguros imobiliários, consórcios, imóveis, arquitetos, fretes para mudanças, pintura, eletricistas entre outros, além de descontos em diversos serviços. O principal objetivo é permitir que ele consiga arrecadar uma renda extra, além da venda ou aluguel dos imóveis.

“O grande diferencial da BIMOB Leads para as concorrentes é que vamos oferecer ao corretor todo o trabalho de marketing, trazendo assim mais leads, potencial investidores. Isso fará com que ele foque apenas no atendimento e na finalização do negócio junto a plataforma”, explica Wichman.

A BIMOB Leads tem sede em Itapema, Santa Catarina. A cidade ocupa o primeiro lugar no ranking de imóveis com maior valorização na região. A informação é do Anuário do Cenário Imobiliário em 2018, que acaba de ser concluído pelo Sindicato da Habitação (Secovi).

Além disso, ela faz parte do Grupo Wichman, especialista no mercado de franquias, que conta com mais de 30 anos de experiência, 400 franquias vendidas e 100 mil clientes atendidos em todo o Brasil.

Por que investir em uma franquia imobiliária Digital?

O mercado imobiliário vem sendo um dos maiores destaques da economia brasileira. Segundo uma pesquisa do Secovi-SP, em agosto de 2020 foram comercializadas mais de 6 mil unidades residenciais novas apenas em São Paulo, com um valor geral de vendas de R﹩ 2,49 bilhões.

O nicho é uma excelente oportunidade para quem quer entrar no mercado imobiliário, mas não sabe nem por onde começar, e também para quem já atua no setor, mas busca um modelo de gestão mais eficiente e uma marca sólida para impulsionar seus negócios.

Muitas franquias do ramo de serviços – especialmente as de menor investimento – funcionam no sistema home-based, ou seja, são administradas de casa. A BIMOB Leads é a primeira franquia imobiliária online do Brasil. Ao optar pela franquia imobiliária, você vai ter uma rotina de empresário, com um escritório próprio e equipe completa.

Além do custo operacional ser baixo, as margens de lucro são altas. Apesar de um imóvel ter um ciclo de venda mais longo que qualquer produto do varejo, a BIMOB Leads simplifica todo o processo e oferece os melhores valores absolutos no mercado. Então, por exemplo, um apartamento com um dormitório chega a custar mais de 400 mil reais em São Paulo. Tomando como base o padrão de mercado (6%), em apenas uma venda, a comissão é de 24 mil reais, ou seja, uma única venda representa 380% de lucro com base no investimento inicial da franquia.

Além de todas as vantagens apontadas acima, o franqueado da BIMOB Leads conta com benefícios exclusivos, como, por exemplo, ter acesso a um banco de dados com milhares de imóveis captados por toda a rede de franqueados. Outro ponto positivo é que ele recebe todo o suporte e capacitação para vender com mais eficiência, incluindo treinamentos e um sistema completo de gestão que permite acompanhar os resultados em detalhes.

“Conforme o número de franqueados for aumentando, temos a projeção de cadastrar mais de 200 mil imóveis dentro da plataforma e se tornar uma das maiores redes de imóveis do país”, finaliza Wichman.

Tags, , ,

QuintoAndar: proprietários estão mais abertos a negociar IGP-M por conta da pandemia

O índice Geral de Preço Mercado (IGP-M) segue em disparada e preocupa quem mora em casa de aluguel. Os últimos dados divulgados mostram uma alta de 4,34%, contra 2,74% em agosto. Observando o aumento crescente do Índice e a instabilidade causada pela a pandemia, o QuintoAndar, plataforma imobiliária com mais de R$ 30 bilhões em ativos sob gestão, iniciou uma força tarefa para auxiliar inquilinos a negociar com proprietários o valor do aluguel e a própria aplicação do IGP-M. A ação foi bem recebida e, desde abril, mais de 6.100 proprietários aceitaram negociar mudanças na aplicação do IGP-M para inquilinos.

O contexto de pandemia foi o principal fator para que os proprietários estivessem abertos para uma negociação, já que muitas famílias tiveram a renda reduzida. Para Jonas Marchetti, Diretor de Crédito do QuintoAndar, a melhor abordagem é ser transparente e deixar claro a intenção do reajuste para o proprietário. “Isso ajuda a deixar claro que a ideia é manter o aluguel em dia e evitar qualquer tipo de problema”, explica Jonas.

Mas vale ter em mente que a renda do dono do imóvel pode depender diretamente do aluguel e, por isso, nem sempre ele poderá abrir mão totalmente de um aumento. Nesse caso, o ideal é tentar chegar a um meio termo que seja viável para ambos.

Apto faz “esquenta” para Black Week do mercado imobiliário

Apto, plataforma que conecta potenciais compradores de imóveis novos a construtoras e empreendimentos em todo o Brasil, vai promover a partir do dia 14 de outubro, o “Esquenta” Black Week, que tem como objetivo identificar potenciais compradores que estejam aguardando o período de promoções da Black Friday, em novembro, para comprar um imóvel novo. A ação será realizada por meio de um site, que terá um cronômetro com contagem regressiva para a maior semana de descontos em imóveis novos do mercado imobiliário.

Para participar basta acessar a página e preencher alguns dados como nome, e-mail e região de interesse. “Esse público receberá em primeira mão as melhores ofertas da Black Week que vamos fazer entre os dias 23 e 29 de novembro. Além disso, enviaremos uma série de informações e dicas para facilitar o processo de compra”, explica Alex Reis, gerente de marketing do Apto.

A ação vai contar com algumas construtoras de renome no portfólio, como Eztec, Econ, Even, Exkalla, Saint Marti e Vegus; e assim, busca atrair aquelas pessoas que já estão procurando apartamentos e que querem aproveitar promoções. “No geral, as pessoas aproveitam a Black Friday para buscar produtos de consumo ou eletrônicos e queremos trazer essa data para a realidade do mercado imobiliário. Sabemos que comprar um apartamento exige planejamento e é um processo mais delicado do que esses outros produtos, por isso criamos essa campanha antecipada, que vai ajudar as pessoas a se organizarem e até saberem antes das ofertas”, finaliza Alex.

Serviço – Esquenta Black Week
Quando: a partir do dia 14 de outubro
Onde: no site da ação
Cadastro é gratuito

Tags, , ,

Mansão de “Laços de Família” está disponível para aluguel por temporada na Vrbo

As famílias de viajantes que quiserem passar alguns dias como celebridades ganharam uma oportunidade irresistível. Está disponível para aluguel por temporada na Vrbo, a nova marca do AlugueTemporada no Brasil, a mansão que foi cenário da novela de sucesso “Laços de Família”, exibida em 2000 e atualmente no ar em “Vale a Pena Ver de Novo”, na TV Globo.

Construída na década de 70, o impressionante imóvel localizado no bairro do Joá, Rio de Janeiro, tem 1.600 m² de área construída em um terreno de 3.000m², e conta com vista panorâmica e privilegiada da Praia da Barra, Mar de São Conrado e Pedra da Gávea. Na mansão, os viajantes podem desfrutar de cinco suítes com vista para o mar, enorme sala de estar com belíssimo mobiliário, varanda aconchegante com incrível vista, seis banheiros e grande piscina. Tudo perfeito para que os viajantes passem alguns dias como Danilo, o personagem do ator Alexandre Borges na novela que vivia desfrutando das inúmeras qualidades do local.

Com capacidade para receber até dez pessoas, o imóvel tem uma tarifa diária média de R$ 9.100, que pode ser parcelada em até 12x sem juros. Veja em anexo fotos da imperdível mansão que pode fazer sua viagem ter literalmente um “cenário de novela”, e confira o imóvel completo em: http://www.vrbo.com/pt-br/imovel/p4087721

Tags, , , , ,

Bossa Nova Sotheby’s trabalha com os empreendimentos mais desejados do Brasil e do mundo

A imobiliária de alto padrão Bossa Nova Sotheby’s International Realty trabalha com o 1% mais rico. A empresa atende um público que vai de artistas e celebridades até xeiques bilionários. Para fazer jus à clientela, os produtos não podem deixar a desejar: os empreendimentos que já foram vendidos para seus clientes incluem desde um castelo no interior da França e uma ilha privativa até lotes naquele que será o único condomínio com praia artificial privativa, golfe e hípica do Brasil.

Imóveis históricos, com assinatura de arquitetos renomados e singulares fazem parte do catálogo da empresa. A casa mais cara do país, avaliada em R﹩ 220 milhões, tem venda exclusiva pela BNSIR. Para ser digno dessa confiança, Marcello Romero, CEO da Bossa Nova Sotheby’s, trabalhou para construir um negócio formado por uma equipe de especialistas com atendimento excepcional, e não apenas mostradores de imóveis.

“Nós atuamos com um público bastante exigente, e, além dos imóveis, precisamos oferecer um serviço à altura”, declara Romero. “Por isso, não temos apenas corretores, mas sim consultores, que têm conhecimento desde em finanças e economia, passando por estilos arquitetônicos, até as mais íntimas características dos bairros onde estão os imóveis que comercializa. Além disso, contamos com um escritório jurídico próprio. Isso nos possibilita realmente atender o cliente em todas as suas necessidades”.

Entre as vantagens oferecidas pela BNSIR, esta uma ferramenta, desenvolvida em parceria com o Grupo ZAP, que mapeia toda a cidade e lista todos os imóveis que estão dentro da especificidade pedida pelo cliente, mesmo que pertençam à concorrência.

“Se um cliente me diz que quer um apartamento com de 500m² no Itaim Bibi com menos de 10 anos, nós conseguimos, em segundos, verificar quantos imóveis existem nesse perfil e onde estão”, explica o CEO.

A expertise da BNSIR garante não só o tratamento exclusivo a quem quer comprar, mas também vantagens para quem quer vender. Isso porque a empresa conta com tecnologias e informações precisas para precificar um imóvel de forma justa. Dessa forma, consegue agilizar o processo de venda certificando-se de que o cliente não haja prejuízo para o cliente vendedor.

Quem busca diversificar seu portfólio de investimentos também procura a Bossa Nova Sotheby’s International Realty. Com a vantagem de pertencer à marca Sotheby’s, que trabalha com produtos de alto padrão e possui escritórios em todo o mundo, os clientes da unidade brasileira têm acesso também a imóveis fora do país, que trazem rentabilidade em moedas fortes, como dólar e euro.

Em cinco anos, a empresa cresceu 7x. Só em 2019, alcançou um VGV de R﹩ 700 milhões. E mesmo com a pandemia, a estimativa é que esse número aumente em até R﹩ 100 milhões em 2020, graças à demanda por casas de campo e praia trazida pela quarentena, que aumentou em mais de 600%.

Tags, ,

Valor médio da locação de imóvel chega a R$ 2 mil em São Paulo, segundo Imovelweb

Seguindo a tendência dos últimos meses, o valor médio do aluguel de um imóvel padrão (65m², 2 dormitórios e 1 vaga de garagem) aumentou em setembro. De acordo com o estudo imobiliário elaborado pelo Imovelweb, um dos maiores portais imobiliários do País, o preço de locação ficou em R$ 2 mil/mês, o que representa um aumento de 0,8% em relação ao mês de agosto. Com esse valor, a alta chega a 4,2% em 2020. Analisando os últimos 12 meses, o crescimento foi de 6%.

Nos últimos 12 meses, o bairro Vila Cunha Bueno (R$ 1.391/mês) e Parada Inglesa (R$ 2.033/mês) registraram uma valorização de 24,3%, sendo os que mais acumularam aumento no valor da locação na capital paulista. Em seguida está o Jardim D’Abril (R$ 1.327/mês), onde o aumento foi de 22,4%.

Por outro lado, as maiores desvalorizações foram registradas nos bairros Cidade Líder (R$ 1.838/mês), Cidade Jardim (R$ 4.429/mês) e Vila Santo Estéfano (R$ 1.875/mês), com quedas de 22,3%, 21,5% e 20,5%, respectivamente.
Confira os bairros mais caros e baratos para a locação de imóveis em São Paulo:


Mais baratos (mensal)
Variação mensalVariação Anual
Vila Sabrina (Vila Medeiros)R$ 1.0200,8%-14,2%
Jardim Miriam (Itaim Paulista)R$ 1.158-1,8%-16,7%
Vila Chabilândia (Lajeado)R$ 1.1662,2%S/D
Mais caros (mensal)Variação mensalVariação Anual
Itaim Bibi (Itaim Bibi)R$ 4.683-0,1%4,1%
Vila Cordeiro (Itaim Bibi)R$ 4.713-3,2%13,9%
Vila Olímpia (Itaim Bibi)R$ 4.793-0,3%4,1%

Valor do metro quadrado segue crescendo

Os dados da pesquisa feita pelo Imovelweb também apontam o crescimento no valor médio das vendas de imóveis em São Paulo. O preço médio do metro quadrado foi de R$ 6.220 em setembro, o que representa um pequeno aumento (0,3%) se comparado ao mês de agosto. Em 2020, a variação acumulada é de 1,4%, mesmo percentual de crescimento nos últimos 12 meses.

Os locais onde o metro quadrado mais se valorizou entre setembro de 2019 e setembro de 2020 foram Jardim Matarazzo (R$ 5.293/m², alta de 19,9%),  Vila São José – Itaim Paulista (R$ 6.058/m², crescimento de 19,8%) e Vila Continental (R$ 6.723/m², aumento de 18,7%).

Já as maiores desvalorizações foram registradas no Parque do Carmo (R$ 3.729/m²), Jardim Marilu (R$ 3.550/m²) e Jardim Dona Sinhá (R$ 4.645/m²), com decréscimo de 19,2%, 19% e 17,2%, respectivamente.
Veja a tabela com os metros quadrados mais baratos e mais caros do mês de setembro em São Paulo:


Mais baratos (m²)
Variação mensalVariação Anual
Conjunto Habitacional Santa Etelvina III (Cidade Tiradentes)R$ 2.0260,5%S/D
Conjunto Habitacional Fazenda do Carmo (Cidade Tiradentes)R$ 2.2421,2%8,3%
Jardim Olinda (Campo Limpo)R$ 2.2471,3%-8,3%
Mais caros (m²)Variação mensalVariação Anual
Cidade Jardim (Morumbi)R$ 22.480-2,3%-4,1%
Jardim Panorama (Morumbi)R$ 22.660-8,2%-9,0%
Parque Ibirapuera (Moema)R$ 24.274-1,4%16,9%

O índice de rentabilidade imobiliária relaciona o preço de venda e valor de locação do imóvel para verificar o tempo necessário para recuperar o dinheiro utilizado na aquisição do imóvel. No relatório de setembro, o índice se manteve em 5,5%. Dessa forma, são necessários 18,1 anos para obter o valor investido no imóvel, 4,4% a menos que há um ano.

Tags, , ,

Perfil de buscas por imóveis em São Paulo mudou no último ano

O Imovelweb, um dos maiores portais imobiliários do País, analisou as tendências mais buscadas pelos seus usuários e notou uma alteração de perfil. Com as adversidades enfrentadas em 2020, muitos consumidores vieram a mudar as prioridades do que procuram em um empreendimento.

O levantamento, elaborado pelo portal, mostra que, em setembro de 2019, a busca por imóveis residenciais, na capital paulista, se dividia da seguinte forma: 47% optavam por aluguel e 53% por venda. Agora, no último mês (setembro/2020), o cenário mudou. Quem busca por novos lares em São Paulo está muito mais interessado em comprar (63%), enquanto 37% procuram por locação.

Outra mudança observada pelo portal foi a busca por locais maiores, com um quantidade maior de dormitórios. Em setembro de 2019, a busca por imóveis residenciais de 4 ou mais quartos, em São Paulo, representava 4,5% do total. Hoje, esse indicador se alterou para 9,3%. Já os locais com apenas 1 dormitório tiveram uma redução de buscas de 23%, no ano passado, para 16,8%, quando comparamos setembro de 2019 a setembro de 2020.

“Antes víamos os usuários interessados em imóveis com ótimas localizações, pensando muito mais na mobilidade, do que no empreendimento em si. Hoje, ainda temos esses consumidores, mas notamos que os usuários estão procurando imóveis maiores, com mais cômodos e qualidade na moradia, com ambientes mais adequados, como, por exemplo, imóveis com espaço para escritório”, explica a gerente de marketing do Imovelweb, Angélica Quintela.

Tags, , ,

Plataforma de parcerias imobiliárias apresenta regiões de Porto Alegre com maior oferta de imóveis

Levantamento realizado pela startup Beemob indica que apartamentos de dois dormitórios correspondem a 43% das ofertas na cidade, enquanto de três dormitórios são 38%; bairro Petrópolis lidera opções nestes dois recortes
Nada mais assertivo do que um espaço que reúna uma oferta de imóvel com uma demanda clara de consumo.

Essa é a essência da startup Beemob, plataforma de parcerias imobiliárias que une quem quer vender com quem quer comprar, como verdadeiros “matches”, como em apps de relacionamento. Prova disso é que no primeiro semestre do ano a plataforma cresceu 42% o número de usuários, em relação ao fechamento do ano anterior, e acumulou R$ 96,6 bilhões de VGV – Valor Geral de Vendas – em oferta, disponibilizados por corretores de imóveis, imobiliárias e incorporadoras de todo o Brasil.


Presente nos 26 estados do Brasil, no Distrito Federal e em mais de 540 cidades brasileiras, a Beemob nasceu em Porto Alegre no ano de 2018 e através das informações dispostas consegue observar o comportamento do mercado da capital gaúcha neste período de 2020. Levantamento exclusivo indica que, por exemplo, apartamentos de dois dormitórios correspondem a 43% das ofertas na cidade, enquanto de três dormitórios são 38%.

O bairro Petrópolis lidera o número de ofertas para apartamentos de dois dormitórios, com 6% do recorte enquanto os valores pedidos pelos anunciantes variam de R$ 200 mil a R$ 1,4 milhão. No mesmo bairro, o número de ofertas de imóveis com três dormitórios se mantém parecido: eles correspondem a 5% dos anúncios deste recorte e podem chegar a R$ 6,6 milhões. Abaixo está a relação dos cinco bairros com mais ofertas em Porto Alegre:

Imóveis com um quarto: 18%


1º – Bairro PETRÓPOLIS
15% de representação do setor;
Média de preços: R$ 459 mil;


2º – Bairro CENTRO HISTÓRICO
10% de representação do setor;
Média de preços: R$ 250 mil;


3º – Bairro JD. BOTÂNICO
6,5% de representação do setor;
Média de preços: R$322mil;


4º – Bairro PARTENON
6% de representação do setor;
Média de preços: R$ 226 mil;

5º – Bairro PASSO DA AREIA
5% de representação do setor;
Média de preços: R$ 305mil.


Imóveis com dois quartos: 43%


1º – PETRÓPOLIS
13,5% de representação do setor;
Média de preços: R$ 617 mil


2º – Bairro PASSO DA AREIA
4,5% de representação do setor;
Média de preços: R$ 523mil;


3º – Bairro RIO BRANCO
4,3% de representação do setor;
Média de preços: R$ 613mil;

4º – Bairro JD. BOTÂNICO
4% de representação do setor;
Média de preços: R$473mil;

5º – Bairro MENINO DEUS
3,8% de representação do setor;
Média de preços: R$528mil.


Imóveis com três quartos: 38%


1º – PETRÓPOLIS
14,5% de representação do setor;
Média de preços: R$1,2 milhões


2º – Bairro RIO BRANCO
6,5% de representação do setor;
Média de preços: R$1,1milhões;


3º – Bairro MENINO DEUS
5,6% de representação do setor;
Média de preços: R$960mil;


4º – Bairro PASSO DA AREIA
5,5% de representação do setor;
Média de preços: R$758mil;


5º – Bairro BELA VISTA
5,5% de representação do setor;
Média de preços: R$1,7 milhões


Segundo Vitor Capun, um dos fundadores da plataforma, neste período a Beemob se tornou uma referência no setor imobiliário, já que a plataforma completou dois anos em julho, com 8.732 usuários ativos, sendo 8.009 destes corretores autônomos e os demais pertencentes a imobiliárias e incorporadoras. Além disso, foram mais de 16 mil ‘matches’ produzidos, o que dá a grandeza de transações geradas.


“Devido a conjectura de 2020, a Beemob teve grande adesão neste período, por se tratar de uma plataforma que conecta profissionais e acelera seus processos. A partir disso, nosso objetivo é concluir o ano com mais de 15 mil usuários na plataforma”, avalia Capun.

Tags, , ,