Category Archive Latest News

C&C participa da Sampa Week 2021 e oferece descontos de até 70%

Para marcar o aniversário de 467 anos de São Paulo e facilitar a decisão de compra dos consumidores, a C&C participará da Sampa Week, iniciativa idealizada pela Associação Comercial de São Paulo (ACSP), com apoio do Instituto para Desenvolvimento do Varejo (IDV) e da Secretaria Municipal de Turismo. Na oportunidade, a rede de home center selecionará produtos, de diferentes categorias, e vai conceder descontos que podem chegar a 70% off.

A campanha, vigente entre os dias 23 e 31 de janeiro, envolverá lojas, restaurantes, hotéis, museus e outros tipos de estabelecimentos, com o objetivo de estimular as vendas e movimentar a economia. No caso da C&C, a marca buscou ampliar a ação para além das lojas da capital paulista, abarcando também pontos de venda dos municípios de Guarulhos, Osasco, Santo André, São Bernardo do Campo, além de seu e-commerce. Vale destacar que, por se tratar de uma promoção local, o acesso à promoção se dará para todos, porém a partir de um link especial https://www.cec.com.br/landing-sampaweek-jan21 com divulgação programada por meio de mídias online geolocalizadas, focadas na região do evento.

Na webstore, por exemplo, o pote de acrílico de 2,1 litros com divisória da Casanova, que antes custava R$ 39,99, será vendido a R$ 9,99. O eletroduto corrugado em PVC da Force Line será comercializado com 37% de desconto, sendo remarcado a R$ 49,99. Já a torneira para cozinha cromada da Deca será vendida por R$ 239,99, enquanto a parafusadeira e furadeira à bateria da Wesco será encontrada por R$ 199,99 – ambos os produtos com a aplicação de 25% de desconto.

Em relação às lojas físicas, os itens em promoção estarão marcados com etiquetas especiais vermelhas em todos os departamentos e categorias de produtos.

Gafisa divulga previsão de lançamentos para 2021

A Gafisa anuncia que retomará a divulgação de suas projeções de lançamento de empreendimentos visando dar mais visibilidade e fornecer informações sobre a estratégia da companhia para o ano de 2021. A previsão para 2021 é lançar de R$ 1,5 bilhão a R$ 1,7 bilhão (VGV dos lançamentos).

“Esta expectativa representa aproximadamente o dobro do volume de 2020”, destaca o vice-presidente de Finanças e Gestão da companhia, Ian Andrade. O executivo complementa que a empresa reafirma o seu compromisso com a geração de valor para seus acionistas por meio do atual ciclo de crescimento marcado pela disciplina, inovação e foco em resultados.

Este reporte atende também ao artigo 157, §4°, da Lei n° 6.404/1976 e Instrução CVM nº 358/2002.

Preço do m² sobe 1,3% em 2020 em Fortaleza

O Imovelweb, um dos maiores portais imobiliários do País, divulgou o seu mais recente relatório sobre o preço dos imóveis em Fortaleza. De acordo com o levantamento, o preço médio do m² na capital cearense chegou a R$ R$ 4.900 em dezembro, 0,1% a mais do que o registrado no mês anterior. Com esse valor, Fortaleza acumula um aumento de 1,3% no preço do m² em 2020.

Com o m² em torno de R$ 4.900, o Imovelweb calcula que um apartamento padrão (65m², dois quartos e uma vaga de garagem) em Fortaleza custa R$ 318,5 mil, enquanto um de 90m², três quartos e uma vaga de garagem está por volta de R$ 405,8 mil. Dessa forma, Fortaleza tem o m² mais barato entre as cinco capitais analisadas pelos relatórios do Imovelweb: R$ 325 mil (Curitiba), R$ 407,55 mil (São Paulo), R$ 505,05 mil (Rio de Janeiro) e R$ 648,7 mil (Distrito Federal).   

Cidade dos Funcionários tem maior valorização da cidade em um ano

Em 2020, os bairros que mais valorizaram foram Cidade dos Funcionários (R$ 3.815/m², +15,5%), Prefeito José Valter (R$ 2.917/m², +14,5%) e Montese (R$, 3.077/m², +9,9%);

Já as maiores desvalorizações ocorreram nos bairros Curio (-7,6%), onde o m² vale R$ 2.763; Bela Vista (-7,3%), com valor de R$ 2.578/m²; Parangaba (-7,0%), local no qual o m² custa R$ 3.820.

Na tabela abaixo estão os bairros onde o preço do m² estava mais barato e mais caro em dezembro:

Mais caros (m²)Variação mensalVariação anual
MeirelesR$ 7.219,00-0,8%-6,3%
Patriolino RibeiroR$ 7.198,00-0,6%3,2%
MucuripeR$ 6.961,00-0,1%-0,6%
Mais baratos (m²)Variação mensalVariação anual
Manoel SatiroR$ 2.416,001,2%-3,9
JangurussuR$ 2.409,001,2%0,8%
AncuriR$ 2.234,00-2,4%S/D

Em 2020, somente as regiões SER IV e SERCEFOR registraram queda no preço médio do m². A tabela com os dados completos estão a seguir;

Região Preço m² Variação mensal Variação anual 
SER II R$ 5.576,00 0,1%1,7%
SER III R$ 4.597,00 0,4%0,3%
SER I R$ 4.381,00 -0,9%8,1%
SER IV R$ 4.256,00 Estabilidade-1,4%
SERCEFOR R$ 4.210,00 -1,6%-3,0%
SER VI R$ 3.855,00 0,9%1,1%
SER V R$ 3.143,00 0,3%3,1%

Yuca abre captação com meta de R$ 2 milhões por meio da Bloxs

Depois de um ano com altas para o mercado imobiliário, a Yuca – empresa pioneira em gestão de imóveis residenciais para renda, aposta em sua terceira captação por crowdfunding por meio da Bloxs Investimentos, plataforma pioneira em investimentos alternativos do Brasil, que opera 100% online e com regulamentação da CVM (Comissão de Valores Mobiliários). A terceira captação via cotas da startup, aberta no dia 20 de janeiro, tem como objetivo captar até R$ 2,150,000 para a aquisição de até três apartamentos na capital paulista, nos bairros Bela Vista, Vila Olímpia e Santa Cecília.  

Com cotas a partir de R$ 10 mil, a nova oferta da Yuca tem expectativa de rendimento mensal de até 0,56% e rentabilidade projetada (TIR) de 18,4% a.a. A iniciativa faz parte da proposta da proptech de transformar o mercado de investimento imobiliário do Brasil, garantindo ao investidor uma renda acima daquelas aplicadas em bancos, além da fácil e rápida aquisição do ativo por meio do crowdfunding.  

Ao adquirir uma ou mais cotas da oferta de Equity (título conversível em participação) da Yuca, os novos investidores passarão a ser acionistas da SPE (Sociedade com Propósito Específico) criada exclusivamente para a compra dos imóveis a serem geridos pela Yuca. Caso a primeira meta de R$ 1.650.000 seja atingida, garantindo a aquisição de 2 imóveis, será incluído um terceiro no portfólio e o novo montante total a ser captado passa a ser de R$ 2.150.000. Além de terem acesso a um investimento imobiliário seguro por um valor mais acessível, os interessados têm acesso aos ganhos antes que a Yuca receba qualquer retorno. O link para a captação pode ser encontrado aqui.

A reforma da proptech prevê o melhor aproveitamento das plantas dos imóveis com a adição de quartos e banheiros, e o serviço de locação já inclui condomínio, IPTU, limpeza semanal e internet, além de contas relacionadas ao consumo de água, luz e gás. 

“Com o sucesso das demais captações, entendemos que o investidor está à procura de retornos mais expressivos e da segurança da rentabilidade garantida. Nossa proposta de crowdfunding imobiliário é uma forma de descomplicar o investimento neste mercado e oferecer para o investidor uma proposta de baixo risco e retorno atrativo”, comenta Rafael Steinbruch Head de Real Estate da Yuca.

De acordo com Felipe Souto, CEO da Bloxs Investimentos, o perfil dos investidores brasileiros tem sofrido algumas mudanças ao longo dos anos e o maior desafio do mercado é disponibilizar os melhores projetos para investimento e com os mais respeitados empreendedores. “Diversos segmentos têm atraído novos investidores e o setor imobiliário é um deles. Porém, o que percebemos é que falta empresas como a Bloxs que disponibiliza ativos de investimentos desbancarizados do Brasil, conectando investidores que desejam rentabilidade e diversificação com empreendedores que buscam acesso ao mercado de capital mundo afora, o que nos torna pioneiros”, explica Souto.

Gafisa vende R$ 292 milhões no 4º trimestre, lança R$ 898 milhões e conclui 12 obras em 2020

Em 2020, a Gafisa inaugurou um novo ciclo de crescimento, marcado pela disciplina, inovação e foco em resultados. Os esforços podem ser observados nos resultados operacionais do 4T20 e 2020 divulgados ao mercado hoje, 20 de janeiro, que demonstram a capacidade de entrega da companhia e seu potencial para a atingir a visão da Administração de recolocar a empresa em posição de liderança no mercado.

No ano de 2020, a Gafisa lançou R$ 898 milhões em VGV, considerado o melhor desempenho anual desde 2016. A retomada dos lançamentos em 2020 é consequência direta da estratégia de crescimento da companhia, tanto de maneira orgânica, quanto por meio de fusões e aquisições (M&A), uma vez que 67,5% destes lançamentos são oriundos de ativos adquiridos pela nova gestão via M&A.

Em termos de landbank, a empresa adquiriu um total de 14 terrenos em 2020, com um VGV potencial de R$ 2,1 bilhões, sendo que destes, aproximadamente 60% também são oriundos de operações de M&A.

No quarto trimestre, a Gafisa vendeu R$ 292 milhões, o que representa um crescimento de 103% na comparação com o 3T20 e o melhor desempenho trimestral em vendas desde o 2T18. Além disso, a companhia entregou no quarto trimestre cinco empreendimentos com um total de 831 unidades e R$ 403 milhões em VGV. Em 2020, a empresa entregou 12 empreendimentos com mais de 2 mil unidades e R$ 1,1 bilhão de VGV, todos dentro dos prazos repactuados com os clientes ao reiniciar as obras sob a nova gestão.

Lançamentos

A Gafisa lançou no 4T20 mais dois empreendimentos: o Cyano, recém adquirido da Calçada e já lançado pela Gafisa, um produto único de altíssimo padrão, localizado em um terreno de 10.000 m2 de frente para o mar na Barra da Tijuca; e o Parque Ecoville, localizado em Curitiba, que é a quarta e última fase de um empreendimento que teve início em 2010.

Vale ressaltar que a companhia lançou três empreendimentos no 3T20, após ficar dois anos sem lançamentos: o Chez Perdizes, um produto boutique voltado para a família na melhor localização de Perdizes; o Normandie, um empreendimento com design contemporâneo e localização de destaque em Moema; e o High Line Jardins, um projeto diferenciado de 66 m2 e duas suítes, uma tipologia com pouca oferta na região, e localizado em um dos mais nobres bairros de São Paulo.

Vendas

O desempenho de vendas no 4T20 com R$ 292 milhões representa mais que o dobro do 3T20 e reflete tanto as vendas dos lançamentos, quanto do estoque remanescente. “Um ponto a se destacar é o trabalho de reestruturação da equipe da Gafisa Vendas, que contava no 1T20 com um pouco mais de 40 corretores associados e, atualmente, é composta por aproximadamente 500 destes profissionais”, avalia o vice-presidente de Finanças e Gestão da Gafisa, Ian Andrade.

Entregas

O ano de 2020 foi marcado pela superação dos inéditos desafios decorrentes da pandemia da Covid-19. Durante o período, a Gafisa reforçou os cuidados com a saúde de seus funcionários, parceiros, clientes e comunidade em geral, além de manter a produtividade em seus canteiros de obras.

Banco de Terrenos

Em 2020, a Gafisa adquiriu 14 terrenos com VGV potencial de R$ 2,1 bilhões, sendo R$ 877 milhões adquiridos organicamente pela Gafisa e R$ 1,1 bilhão via transações de M&A.

Prêmio Saint-Gobain AsBEA de Arquitetura prorroga inscrições até 19 de fevereiro

Foram prorrogadas as inscrições para a 8ª edição do Prêmio Saint-Gobain AsBEA de Arquitetura. Os interessados podem se inscrever pelo site premiosaintgobainasbea.com.br até a nova data limite: 19 de fevereiro de 2021.

O Prêmio é realizado pelo Grupo Saint-Gobain, líder mundial em produtos para construção, em parceria com a AsBEA (Associação Brasileira de Arquitetos), que se uniram nessa edição a fim de reconhecer e premiar projetos de arquitetura que se destacaram na proposição de soluções para o conforto do ambiente, bem como a inovação, sustentabilidade, arquitetura, além mobilizar profissionais e estudantes que acreditam que a construção civil exerce significativa contribuição o bem-estar dos usuários. O Prêmio ainda incentiva o uso de tecnologias e soluções inovadoras, e a correta especificação de produtos e processos construtivos.

Os participantes das categorias Profissional (modalidade: Projeto e Edificação) e Acadêmica (modalidade: Projeto Acadêmico) irão concorrer a R﹩ 330 mil em prêmios, uma viagem internacional e terão o seu talento reconhecido. Dando as boas-vindas a essa parceria com a AsBEA, além das categorias Destaques em Conforto Acústico, Conforto Térmico, Inovação e Sustentabilidade, esta edição conta com quatro Destaques AsBEA, aplicáveis a projetos de 2.000 metros quadrados (2.000 a 10.000 metros quadrados, acima de 10.000 metros quadrados) e o prêmio destaque Roberto Cláudio dos Santos Aflalo.

ATR Incorporadora lança aplicativo que facilitar a vida de moradores

Moradores dos novos lançamentos residenciais administrados pela ATR Incorporadora contarão com um aplicativo que oferece praticidade e rapidez na realização de tarefas simples como, por exemplo, chamar o elevador, liberar a entrada de visitantes ou reservar dia e hora para utilizar as áreas de lazer. O App é simples e fácil de usar e está disponível para as plataformas Android e IOS, basta procurar por ATR nas lojas da Apple Store ou na Play Store.

De acordo com Rafael Rosa, diretor da ATR Incorporadora, construtora que atua na Região Metropolitana de Curitiba, o aplicativo agiliza o funcionamento interno dos condomínios e facilita a vida dos condôminos, porteiros e síndicos. “Tudo está na palma da mão, unificado e segue a tendência dos prédios inteligentes e da tecnologia a favor das pessoas”, define. “O App poderá melhorar e incrementar as funções atuais com base no feedback dos usuários”, completa.

Funcionalidades

Pelo aplicativo, o morador poderá reservar as áreas de lazer, liberar visitantes com segurança, receber notificações, conhecer as normativas do residencial, ter acesso às câmeras e abrir solicitações de manutenção. Ao baixar o App, o condômino recebe um login e senha para ter ao seu dispor todas as funcionalidades. Por exemplo, quando chegar encomenda para a sua residência, o morador é notificado pelo porteiro; também terá sempre à mão todos os comunicados enviados pela administração do condomínio.

A praticidade do App, além de facilitar o cotidiano dos moradores, auxiliar a gestão dos condomínios. Os administradores utilizarão a ferramenta para cadastrar condomínios, condôminos, áreas de lazer e gerar relatórios para o envio de cobrança de taxas e atender os moradores com agilidade quando solicitarem serviços.

Votorantim Cimentos investe em novos Centros de Distribuição

A Votorantim Cimentos, empresa líder do setor de materiais de construção no Brasil, iniciou neste mês de janeiro a operação de dois novos Centros de Distribuição (CD), localizados em Campos Novos (SC) e Santarém (PA). Os novos pontos de logística reforçam o atendimento da empresa nas regiões Sul e Norte.

Em Campos Novos o CD vai aprimorar o atendimento aos clientes dos três estados do Sul do país. O novo espaço possui 1.750 m2 e capacidade de expedição de 53 mil toneladas por ano. O empreendimento logístico fica próximo à divisa com Rio Grande do Sul, no oeste catarinense, e oferece acesso as duas das principais rodovias do estado, além da BR 116 que é a principal via de acesso a toda a região Sul. O novo CD é abastecido com produtos oriundos das seis fábricas da Votorantim Cimentos na Região Sul e fornece um portfólio completo para o mercado da construção civil, como: cimentos, argamassas colantes, argamassas básicas e rejuntes das marcas Votoran e Votomassa.

Já o CD em Santarém tem área total de 2.400 mil metros quadrados e é abastecido pelas fábricas da Votorantim Cimentos em Primavera e Ananindeua, ambas no Estado do Pará. Os produtos serão transportados para Belém, de onde seguirão por transporte fluvial para o novo ponto de distribuição. A perspectiva é que sejam expedidos no novo espaço 10 mil toneladas por mês entre cimentos, argamassas colantes e rejuntes das marcas Poty e Votomassa.

Em 2020, a Votorantim Cimentos iniciou a operação de CDs em Uberaba (MG), Cajamar (SP), Osasco (SP) e Arapiraca (AL), totalizando 54 pontos de distribuição no Brasil. “Esses investimentos estão em sintonia com a estratégia de crescimento da companhia, diversificação geográfica e redução de custos. Além disso, estando mais próximos dos nossos clientes e facilitando o acesso à insumos essenciais para a construção civil, contribuímos, de forma consistente, para o desenvolvimento das localidades em que operamos”, afirma o diretor de Logística da Votorantim Cimentos, Luis Eduardo Valim.

Aluguel sobe 2,8% no Rio de Janeiro em 2020

De acordo com o relatório mensal produzido pelo Imovelweb, um dos maiores portais imobiliários do País, para alugar um imóvel padrão (65m², 2 dormitórios e 1 vaga de garagem) no Rio de Janeiro em dezembro de 2020 era preciso, em média, R$ 1.780/mês, 0,3% a mais do que o mês anterior. No ano passado, os preços dos aluguéis tiveram um aumento de 2,8%, valor abaixo da inflação (IPCA-15), que fechou o ano em 4,2%.

O relatório do Imovelweb mostra que, em 2020, os bairros que mais tiveram valorização no preço do aluguel foram Barra da Tijuca (R$ 2.423/mês, +16,4%), Humaitá (R$2.462/mês, +18,5%) e Glória (R$ 2.402/mês, +19,4%). Já os locais que mais tiveram queda no valor do aluguel foram Piedade (R$ 1.151/mês, -14,8%), Urca (R$ 2.508/mês, -13,3%) e Cachambi (R$ 1.191/mês, -13,2%).

Na tabela abaixo estão os lugares mais caros e mais baratos para se alugar um imóvel no Rio de Janeiro:

Mais baratos (mensal)Variação mensalVariação anual
Senador Vasconcelos (Zona Oeste)R$ 8382,0%-9,5%
Guaratiba (Zona Oeste)R$ 9490,1%-7,4%
Bangu (Grande Bangu)R$ 954-1,0%-2,0%
Mais caros (mensal)Variação mensalVariação anual
Jardim Botânico (Zona Sul)R$ 2.6582,1%11,4%
Ipanema (Zona Sul)R$ 3.630-0,1%6,1%
Leblon (Zona Sul)R$ 3.870-0,8%3,9%

Apartamento padrão no Rio de Janeiro custa mais de R$ 505 mil

O estudo do Imovelweb mostra que entre novembro e dezembro não houve alteração no preço do m² no Rio de Janeiro, de forma que o valor se manteve em R$ 7.765,00 . Assim, um apartamento padrão na capital fluminense custa R$ 505.050. Ao longo de 2020, o preço do m² na cidade registrou uma pequena alta de 0,7%.

Os bairros onde o m² mais aumentou no Rio de Janeiro ao longo de 2020 foram Bangu (R$ 3.549, +13,0%), Parada de Lucas (R$ 4.606, +13,1%) e Vasco da Gama (R$ 5.024, +15,1%). As maiores desvalorizações ocorreram em Pedra de Guaratiba (R$ 2.332, -17,1%), Paciência (R$ 2.960, -16,6%) e Cavalcanti (R$ 2.602, -14,5%).

Na tabela abaixo estão os lugares onde o m² é mais barato e mais caro no Rio de Janeiro:

Mais baratos (m²)Variação mensalVariação anual
Pavuna (Zona Norte)R$ 2.0012,7%2,3%
Coelho Neto (Zona Norte)R$ 2.3100,9%-5,5%
Pedra de Guaratiba (Zona Oeste)R$ 2.3322,1%-17,1%
Mais caros (m²)Variação mensalVariação anual
Lagoa (Zona Sul)R$ 16.1640,6%3,5%
Ipanema (Zona Sul)R$ 19.333-0,2%2,7%
Leblon (Zona Sul)R$ 21.6430,5%2,2%

Rentabilidade

O índice de rentabilidade imobiliária do Imovelweb relaciona o preço de venda e valor de locação do imóvel para verificar o tempo necessário para recuperar o dinheiro utilizado na aquisição do imóvel. No relatório de novembro, o índice foi de 4,5% bruto anual, o que significa que são necessários 22,3 anos para recuperar o valor investido na compra de um imóvel, tempo 6,4% menor que há um ano.

O índice mostra que os melhores bairros do Rio de Janeiro para investidores que buscam renda são Ramos (6,7%), Cosmos (6,6%) e Senador Vasconcelos (6,3%). Por outro lado, os menos rentáveis são Urca (3,2%), Gávea (3,1%) e Lagoa (2,9%).

STECK investe em automação residencial com soluções que possibilitam a acessibilidade

STECK, líder no fornecimento de materiais elétricos, investe em automação residencial com soluções que possibilitam acessibilidade. 

De acordo com Nayara Diniz, gerente de Produtos da STECK, a automação tem diversos níveis. “Antigamente era necessário mudar a estrutura da residência, passar um cabeamento, mas hoje com a evolução da tecnologia e a entrada de players estratégicos, como a Amazon Alexa, o Google Assistant, essa automação foi facilitada.”

A especialista afirma, ainda, que atualmente é possível começar controlando apenas a iluminação da casa, o que não é necessariamente uma automação, porque trata-se apenas de um dispositivo ou, por exemplo, instalar uma fechadura em que toda vez que a porta se abre a luz liga automaticamente. “Aí já é uma automação sincronizada porque há dois dispositivos atuando de acordo com a rotina do usuário, trabalhando em conjunto”, explica Nayara. 

Entre os principais benefícios da automação residencial, o destaque é fazer com que os dispositivos trabalhem pelo consumidor e facilitem o seu dia a dia. É possível fazer diversas adaptações por meio de uma automação. 

Como exemplos de facilidade e comodidade é possível citar algumas automações: uma pessoa com dificuldade de locomoção, pode realizar o comando para acender ou apagar a luz sem levantar da cama ou da cadeira de rodas por meio do aplicativo da Smarteck® ou dos assistentes de voz; ou 

se uma pessoa é surda, ela pode programar para que a iluminação mude de cor toda vez que tocarem a campainha; já se for o caso de uma pessoa cega e ela precisa saber se há algum eletrodoméstico ligado ou desligado, ela pode confirmar acionando um plugue por voz. 

Foi pensando em facilitar o dia a dia das pessoas, que a STECK criou a linha Smarteck, que contempla soluções inteligentes para iluminação (lâmpadas), segurança (fechadura) e instalações elétricas (interruptores externos e internos e plugue/tomada). Uma vez conectados, os usuários interagem remotamente com os dispositivos por meio de um aplicativo, que foi desenvolvido totalmente em português e está disponível para download no Google Play e na Apple Store para uso nos sistemas Android (Google) e iOS (Apple).

“Tecnologia boa é tecnologia fácil. Então se ela vai facilitar a vida de uma pessoa com deficiência, vai facilitar a vida de todo mundo. Por isso a STECK desenvolveu uma linha que beneficia esse público”, conta Nayara. 

Programa Facilitando

Recentemente a STECK anunciou parceria com o projeto Acessibiliza SP, canal da Secretaria Municipal da Pessoa com Deficiência de São Paulo que promove a acessibilidade e a inclusão como vetores da cidadania. A iniciativa inclui um programa, o Facilitando, em que serão apresentados produtos da linha Smarteck®, que facilitam a vida das pessoas, principalmente daquelas que necessitam ainda mais de praticidade no seu dia a dia. Além disso, o programa conta com a participação da triatleta paraolímpica, Jéssica Messali, o canal Avós da Razão e as influenciadoras Ketly Vieira (Acessibilidade Tô de Olho) e Isa Meirelles. 

“O principal diferencial dos produtos da STECK é a linguagem, que é simples para o usuário final, além de termos disponível um mix completo de soluções que interligam os produtos, possibilitando a automação por meio do nosso aplicativo. Então tudo isso é para tornar o produto acessível para o usuário final”, finaliza Nayara.