Cenário do financiamento imobiliário hoje

Cenário do financiamento imobiliário hoje

Por Miguel Taino

O cenário da taxa básica de juros na mínima histórica de 2% ao ano tem impulsionado a demanda por financiamentos imobiliários, afirmam especialistas. Segundo a Associação Brasileira das Entidades de Crédito Imobiliário e Poupança (Abecip), os financiamentos imobiliários com recursos da poupança atingiram R$ 12,9 bilhões em setembro de 2020, recorde da série histórica iniciada em julho de 1994. O recorde anterior era de agosto, quando atingiu R$ 11,7 bilhões – ou seja, o setor vive um momento de recorde sobre recorde.

Ainda de acordo com a Acebip, os recursos do Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo (SBPE), usados para crédito imobiliário, atingiram R$ 13,86 bilhões em outubro, um salto de 84% em comparação ao mesmo período de 2019.

Mesmo com esse cenário de abundância de crédito, algumas famílias são deixadas de lado pelo sistema financeiro, não por serem maus pagadores, mas porque são clientes correntistas que têm um perfil complexo de analisar e, muitas vezes, um score considerado “inadequado pela instituição”. Esse público é também composto por autônomos, MEIs e pequenos empresários com dificuldades de comprovar renda e que ficam condicionados à adesão de produtos pessoa jurídica para “reforçar” a aprovação que não chega.

Visando solucionar essa dor, algumas fintechs de crédito possuem uma análise de crédito personalizada e flexibilidade em que o cliente pode adaptar condições e formas de pagamento desde a contratação. O mais interessante é que essas opções não acabam quando o contrato é assinado. Após análise do perfil e mesmo após a contratação, fintechs permitem a alteração do fluxo de pagamento, dando ao cliente mais tranquilidade durante toda a sua jornada de financiamento.

Na prática, a flexibilidade se mostra útil, por exemplo, na carência de pagamento da primeira parcela do financiamento, de até seis meses. É possível escolher um mês do ano para ficar livre da parcela – você paga apenas 11 prestações anuais e fica sem pagar no mês que é mais pesado para você. Há também a possibilidade de inclusão do custo do ITBI diluído no valor das parcelas. E tudo sem sair de casa:  o processo de contratação é feito 100% online, inclusive todos os trâmites cartorários. 

Além de tudo isso, existe também flexibilidade também na comprovação de renda – você pode compor renda com seus pais, irmãos, filhos ou cônjuge. Autônomos e empresários, por sua vez, podem apresentar os demonstrativos financeiros para considerarmos como complemento da renda.

Assim, além de ter a chance de ver o financiamento mais perto da aprovação, o cliente tem mais tempo para planejar sua vida financeira e começar 2021 com as melhores vantagens e condições na conquista da casa própria.

Miguel Taino, Diretor de Novos Negócios na Pontte

Comments are closed