Com união de grandes players do mercado imobiliário, Refera amplia captação para R$ 4,8 milhões e reforça braço fintech da startup

Com união de grandes players do mercado imobiliário, Refera amplia captação para R$ 4,8 milhões e reforça braço fintech da startup

A Refera, startup que automatiza a gestão de reformas e manutenções para imobiliárias, acaba de receber R$ 1,8 milhão de investimento das empresas Apsa (Rio), Lello (SP) e SJ (Fortaleza) . O montante se soma ao aporte de R$ 1,5 milhão feito anteriormente pelos Grupos Brognoli, Ibagy e Sienge, marca da Softplan líder de mercado em tecnologia de gestão para a construção.

Além disso, a startup captou outros R$ 1,5 milhão com os 6 investidores para fomentar a criação da Refera Pay, braço fintech da startup. “Na prática, a Refera Pay já existe como um processo dentro da Refera, onde antecipamos recebíveis aos prestadores de serviços. No futuro, ela se tornará um banco digital completo para este nicho de mercado” afirma Lucas Madalosso, CEO da Refera.

Somados os investimentos, a iniciativa captou, desde sua fundação, R$ 4,8 milhões no total. “Trata-se da maior aliança da história do mercado imobiliário. Criamos uma empresa de tecnologia que verdadeiramente entende as imobiliárias de locação e que oferece soluções que trazem tranquilidade e eficiência para os times de operação das imobiliárias” afirma Lucas Madalosso, CEO da Refera. “A aliança estratégica com os maiores players do mercado acelera a ampliação das operações da Refera por todo o Brasil” completa.

Na prática, a Refera gerencia toda a relação com o prestador de serviço, fornecendo apoio e informações necessárias para a imobiliária atender seus clientes com mais rapidez e eficiência. Afinal, a Refera reduz em 73% o esforço da imobiliária com manutenções e reformas, permitindo-a focar em sua atividade principal, de geração de negócios imobiliários.

Para Fabrício Schveitzer, diretor de Operações do Sienge, o potencial de crescimento da Refera é promissor devido à sua proposta de valor. “A Refera atua num ponto da cadeia construtiva, que é a gestão de reformas, algo que se mostra complexo quando pensamos no volume de processos gerenciados simultaneamente pelas imobiliárias. No dia a dia o que se vê é que cada pedreiro, instalador e proprietário tem uma maneira que considera a melhor para tocar a reforma. Com a solução da Refera todos esses públicos passam a atuar com base em regras bastante claras estabelecidas pela aplicação, o que dá celeridade e segurança aos clientes”, explica.

A entrega de valor é tão consistente que a plataforma já está presente nas principais imobiliárias de 18 cidades, em 8 Estados. Além disso, até o momento, a startup conta com 41 imobiliárias como clientes, que representam 112 mil contratos de locação ativos. A base de prestadores da Refera já conta com mais de 2 mil prestadores de serviço, tendo crescido mais de 100% desde o começo do ano.

O investimento permite acelerar ainda mais as contratações, o desenvolvimento de tecnologia, a geração de valor para imobiliárias e prestadores de serviço, bem como fomentar a fintech Refera Pay.

Essas ações serão capitaneadas pelo próprio Lucas Madalosso (CEO), Cofundador e ex-CEO da Terraz Aluguel Digital, Filippe Ferreira (COO), ex-gestor de manutenções do grupo Brognoli por 6 anos, Chris Fedrizzi (CMO), pioneiro na aplicação da metodologia da Receita previsível no Brasil, Raphael Barata (CTO), desenvolvedor e ex-head de produto por 10 anos na Thomson & Reuters e Angelo Baruffi (CDO), ex-data science lead da Bix Tecnologia e do grupo Soma.

Comments are closed