Construção Civil é setor que menos tem CEOs admirados pelo RH

Construção Civil é setor que menos tem CEOs admirados pelo RH

Na impossibilidade de avaliar as demandas de cada funcionário, os donos de empresas costumam delegar essa tarefa para a área de Recursos Humanos. Mas isso só faz sentido quando a diretoria de RH tem um ótimo acesso à presidência da companhia. Essa condição foi vista em, pelo menos, 50 organizações selecionadas como finalistas do prêmio “CEOs Mais Admirados pelo RH”.

Organizado pelo Grupo Gestão RH, a premiação chega a sua segunda edição neste ano, com o intuito de homenagear os líderes que enxergam na valorização de seus colaboradores uma prática vital para a sustentabilidade do negócio.

Ao que parece, os setores de varejo e alimentação são os que concentram os CEOs com um olhar mais humanizado na gestão da sua empresa. Dos 50 finalistas, pelo menos 20 ocupam a presidência de organizações que atendem diretamente o consumidor final. É o caso da Cacau Show, Domino’s Pizza, Magazine Luiza, Avon, Petz e outras.

Já no segmento da construção civil, acontece o oposto. Houve apenas dois líderes indicados para essa fase do prêmio: Marcos Bicudo, da Vedacit; e Flavio Maluf, da Eucatex. A bem da verdade, esta será a segunda vez que o CEO da fabricante de painéis de madeira e tintas participará do evento do grupo Gestão RH. Em 2010, Flavio foi chamado ao palco para receber, em nome de seus gestores de RH, o troféu das 10 Melhores Empresas em Práticas de Gestão de Pessoas do Brasil.

“Na Eucatex, Flavio é conhecido como um presidente mão na massa, que ensina e coloca seus conhecimentos em prática para todos os níveis hierárquicos”, avalia Carlos Salla, gerente de RH da empresa. “Costumo brincar dizendo que, em uma reunião com ele, eu aprendo muito mais do que se estivesse num curso de MBA”, conclui.

Ainda sem data definida, a divulgação dos vencedores dos prêmios desenvolvidos pelo Grupo Gestão RH – que incluem várias categorias, como Melhor RH, Destaques Regionais, CEOs Mais Admirados e outras – só será em dezembro. Até lá, fica a torcida de cada colaborador pelo reconhecimento público de seu líder.

Comments are closed