Gafisa reporta lucro pelo quarto trimestre consecutivo impulsionada por lançamentos

Gafisa reporta lucro pelo quarto trimestre consecutivo impulsionada por lançamentos

Com novos empreendimentos icônicos e emblemáticos, construtora já lançou R﹩ 1,68 bilhão em nove meses, superando guidance projetado para 2021

A Gafisa (GFSA3), uma das principais construtoras e incorporadoras do Brasil, reportou lucro bruto de R﹩ 66,2 milhões no terceiro trimestre de 2021(3T21), um aumento de 171% em relação ao obtido no mesmo período do ano passado (3T20). O lucro líquido nos nove primeiros meses deste ano (9M21) foi de 32,2 milhões, com novo resultado positivo nos últimos três meses (R﹩ 6,1 milhões), fechando uma sequência de quatro trimestres no azul. Os números foram ocasionados pelo aumento expressivo de lançamentos. Em nove meses, a construtora lançou R﹩ 1,68 bilhão (entre lançamentos e pré-lançamentos), superando o guidance estipulado para todo o 2021.

Em relação ao 3T20, a empresa também teve crescimento de 11% em vendas, inteirando R﹩ 159,4 milhões, e 12% de incremento na receita líquida, totalizando R﹩ 166,7 milhões no 3T21. A margem bruta também continua crescendo, sendo de 39,7% no último trimestre. O aumento em vendas brutas foi ainda mais expressivo se considerado o período dos nove meses iniciais de 2021, atingindo um total de R﹩523,4 milhões e superando o 9M20 em 133%.

Para atingir este resultado, a Gafisa contou com o impulso e importantes e emblemáticos lançamentos entre os meses de julho e setembro. O mais simbólico, neste caso, foi o empreendimento Tom Delfim Moreira, na orla do Leblon, no Rio de Janeiro. O seu valor geral de vendas (VGV) é de R﹩ 190 milhões. Outros importantes projetos também somaram forças, como o Invert Barra (VGV estimado de R﹩ 190,5 milhões), também no Rio, do empreendimento Tonino Lamborghini (VGV de 244,3 milhões) nos Jardins, em São Paulo, e do Vinci Sabiá (VGV de 249,8 milhões), em Moema, também na capital paulista.

“Nossa estratégia continua a mesma, focando na alta renda com produtos bem localizados e projetos diferenciados. São projetos grandes, valiosos e com alta procura”, explica o CEO da Gafisa Incorporadora e Construtora, Guilherme Benevides. Com estes últimos empreendimentos, a empresa superou o guidance de lançamentos do ano, que era de R﹩ 1,5 bilhão. Segundo Benevides, a Gafisa está bem estruturada para manter este ritmo de lançamentos nos próximos anos.

Gafisa Capital

No primeiro trimestre de operação, a Gafisa Capital, braço dedicado a estruturação de investimentos imobiliários da Gafisa captou R﹩ 250 milhões em recursos, sendo R﹩ 100 milhões para captação de novos terrenos e outros R﹩ 150 milhões para ‘reciclagem’ ou seja, reposição de recursos destinados para compra de terrenos anteriores, que foram pagos com o caixa da empresa num primeiro momento, que possuem VGV de aproximadamente R﹩ 800 milhões.

O mercado agora tem acesso a estruturas de investimentos em empreendimentos Gafisa em diferentes modalidades, como terrenos, desenvolvimento imobiliário, renda para locação residencial e renda para ativos performados. “Antes, a única maneira de alguém ser investidor da Gafisa era por meio do mercado de ações. Agora, é possível participar do desenvolvimento imobiliário de outras formas e atrelar os rendimentos diretamente à operação da companhia”, comenta Ian Andrade, CEO da Gafisa Capital.”

Comments are closed