Imóveis da União podem ser comprados online com até 70% de desconto

Imóveis da União podem ser comprados online com até 70% de desconto

Os imóveis da EMGEA estão disponíveis para compra direta com até 70% de desconto

A EMGEA (Empresa Gestora de Ativos) realiza a gestão de bens e direitos da União e, dentro do seu plano de desestatização, a instituição está aperfeiçoando seus fluxos internos e passa a vender online seus imóveis, a partir de 29 de outubro, pelo site www.emgeaimoveis.com.br. São eles apartamentos, prédios, casas e salas comerciais retomados a partir da recuperação dos créditos adquiridos. Os imóveis chegam ao marketplace com desconto de até 70%.

A iniciativa possibilita que o consumidor final consiga comprar diretamente estes ativos, tudo feito de forma online graças à parceria da empresa com a startup Resale, outlet imobiliário. A empresa, fundada em 2015 por Marcelo Prata, desenvolve soluções para a gestão e venda de imóveis que retornam ao mercado provenientes das instituições financeiras. A estatal tem um estoque de 2,5 mil imóveis, e já no primeiro tranche de abertura no portal, estarão disponíveis mais de 400 imóveis distribuídos em todas as regiões do país.

“É um passo extremamente importante para nós, que firmamos essa parceria com o Governo Federal, e também para o consumidor, que ganha um canal de vendas revolucionário”, explica Marcelo, CEO da startup. A Resale traz um processo de compra ágil e seguro, pautado em Inteligência Artificial também para portais exclusivos em parceria com instituições financeiras.

Para Vinicius Mazza, Diretor-Presidente da EMGEA, o aumento de capilaridade e velocidade na venda é benéfico ao Estado. “O portal é um canal que vem democratizar uma prática pouco aplicada e muito demorada, que é a venda direta de propriedades estatais. Estamos vivendo um momento histórico”, finaliza Mazza.

Além da venda direta, os imóveis podem ser adquiridos por intermédios das imobiliárias credenciadas na Resale. Para saber mais, basta conferir: https://emgeaimoveis.com.br/

Comments are closed