Imovelweb traça perfil de busca por imóveis no País

Imovelweb traça perfil de busca por imóveis no País

Um levantamento realizado pelo Imovelweb, um dos maiores portais imobiliários do País, mostra que a busca por espaços de três dormitórios se manteve como uma preferência durante a pandemia. Para a análise dos dados, a empresa considerou o período de outubro de 2020 a outubro de 2021 em seis capitais – Belo Horizonte (MG), Curitiba (PR), Fortaleza (CE), Goiânia (GO), Rio de Janeiro (RJ) e São Paulo (SP), além do Distrito Federal.  

 “Com a adesão ao home office e ensino remoto durante a pandemia, as pessoas passaram a buscar locais com pelo menos um quarto a mais para que fosse utilizado como escritório e, assim, ajudar na nova rotina, que se estendeu muito mais do que era previsto. Mesmo com a flexibilização e retorno de parte dos escritórios e das aulas presenciais, a demanda por espaços maiores se manteve em algumas capitais e no Distrito Federal”, explica Angelica Quintela, gerente de marketing do Imovelweb.

Em Belo Horizonte, a procura por imóveis de três dormitórios no mês de outubro representou 39% do total de buscas; em 2020, o valor era de 36%. Em Fortaleza e Rio de Janeiro, o aumento foi de um ponto percentual, chegando a 44% na capital cearense e a 30% no Rio. No Distrito Federal (29%) e em Goiás (43%), o interesse por imóveis com mais dormitórios se manteve no patamar de 2020, indicando estabilidade.

A maior queda na demanda por espaços de três dormitórios ocorreu em São Paulo, onde o índice caiu de 41%, em outubro do ano passado, para 29% este ano. “A queda na renda familiar pode ter sido um dos fatores que impactaram neste cenário, fazendo com que as pessoas abrissem mão de um espaço maior”, destaca a gerente de marketing do Imovelweb. Em Curitiba, o percentual teve uma ligeira queda de 48%, em outubro de 2020, para 47% no mesmo período em 2021.

Apartamento x Casa
O levantamento do Imovelweb também indica que a procura por apartamentos é maior do que casas. Em destaque ficou o Distrito Federal, com 78% contra 22% das buscas por casas, seguido de Fortaleza (77%), Goiás (75%), Rio de Janeiro (62%), Curitiba (58%), São Paulo (53%) e Belo Horizonte (52%).

Confira o comparativo completo das buscas por apartamentos x casas:

CapitalApartamentoCasa
Distrito Federal78%22%
Fortaleza77%23%
Goiás75%25%
Rio de Janeiro62%38%
Curitiba58%42%
São Paulo53%47%
Belo Horizonte52%48%

“Acreditamos que essa preferência por apartamentos se dê pela segurança que os condomínios oferecem. Outro ponto levado em consideração é o fato de o morador não ter que se preocupar com manutenções e a possibilidade de usufruir da área de lazer, que pode incluir churrasqueira, salão de festas, piscina, academia e playground”, finaliza Angelica Quintela.

Comments are closed