Inter e Suno se unem para criar o mercado de fundos imobiliários 3.0

Inter e Suno se unem para criar o mercado de fundos imobiliários 3.0

Inter Invest e Grupo Suno anunciam parceria estratégica para o desenvolvimento de ações e produtos com o objetivo de trazer mais eficiência e transparência para o mercado de fundos imobiliários.

Como parte desse acordo, a Inter Invest se compromete a distribuir de forma não exclusiva os fundos imobiliários geridos pela Suno Asset pelos próximos 12 meses. Esse movimento é uma resposta à restrição dos maiores players do setor à distribuição de fundos imobiliários em que não coordenaram a oferta pública ou cujas taxas sejam menores às desejadas. Na prática, os clientes da Inter terão acesso garantido aos produtos originados pela Suno Asset independentemente desses dois aspectos.

Outra iniciativa é a co-criação de um fundo imobiliário com padrão ESG (sigla em inglês para governança ambiental, social e corporativa) com a Suno Asset como gestora. O fundo deve ser lançado no terceiro trimestre do ano e a expectativa é captação de R﹩ 1 bilhão para investimentos em energia renovável e reflorestamento. O fundo terá taxas combinadas equivalentes à metade das praticadas pelos grandes players atualmente.

“É preciso unir forças para quebrar o oligopólio de distribuição de produtos financeiros no Brasil e levar o que existe de melhor para o varejo com taxas justas.” destaca Felipe Bottino, head da Inter Invest.

“Muitas emissões de fundos imobiliários têm vindo ao mercado com custos que chegam a 5% do valor total. É possível fazer bons produtos com taxas em torno da metade desse valor. O pior é que, na maioria das vezes, o investidor nem sabe quanto está pagando”, diz Vitor Duarte, diretor de Gestão da Suno Asset.

A ideia da parceria surgiu após o lançamento do programa de cashbacks de ofertas públicas divulgado pela Inter Invest no início do mês. Tiago Reis, fundador do Grupo Suno, e Felipe Bottino, da Inter Invest, identificaram muitas similaridades entre os propósitos das duas empresas e oportunidades para criar uma nova indústria de fundos imobiliários.

Ambas as casas têm atuação reconhecida e bem-sucedida no ramo de fundos imobiliários. De um lado, a Inter Invest conta com mais de 350 mil investidores, ou 10% do total registrado na Bolsa. No outro, a Suno foi uma das primeiras casas de análise a falar sobre esse tipo de ativo e, hoje, é a principal fonte de informação do setor, com mais de 4,5 milhões de seguidores em suas redes sociais e mais de 12 milhões de acessos mensais aos seus diferentes sites dedicados a investimentos.

Comments are closed