Lançamentos de imóveis crescem 49,4% e vendas sobem 14,6% no acumulado de 2021

Lançamentos de imóveis crescem 49,4% e vendas sobem 14,6% no acumulado de 2021

O Indicador ABRAINC-Fipe do último trimestre móvel (junho, julho e agosto de 2021) mostra que a tendência positiva do setor se manteve firme no período. De acordo com 18 empresas associadas à ABRAINC (Associação Brasileira de Incorporadoras Imobiliárias), foram lançadas 35.836 unidades ao longo do último trimestre móvel (junho, julho e agosto de 2021), o que corresponde a uma alta de 28,5% na comparação com o mesmo período do ano anterior. Com o resultado, o número de unidades lançadas atingiu 78.877 imóveis no acumulado do ano (janeiro a agosto de 2021), o que equivale a uma alta de 49,4% sobre igual intervalo de 2020. Já nos últimos 12 meses, encerrados em agosto de 2021, os lançamentos envolveram 147.159 novas unidades disponibilizadas, aumento de 34,6% ante o período precedente.

Comparativamente, foram comercializadas 38.403 unidades no último trimestre móvel, o que representa um incremento de 1% em relação ao volume transacionado no mesmo período de 2020. No balanço parcial de 2021, de janeiro a agosto, as vendas envolveram 97.318 unidades – alta de 14,6% em relação ao mesmo período de 2020. Finalmente, nos últimos 12 meses encerrados em agosto de 2021, as 150.928 unidades comercializadas pelas incorporadoras contribuíram para um acréscimo de 19,9% nas vendas sobre o intervalo anterior. Nos respectivos horizontes comparativos, as vendas líquidas, excluindo-se as unidades distratadas no mesmo período, também foram positivas: altas de 4,4%, no último trimestre móvel, 17,4%, no acumulado do ano, e 23%, nos últimos 12 meses.

Segmentação 

No campo residencial, os empreendimentos enquadrados no Programa Casa Verde Amarela (CVA) mantiveram sua representatividade em lançamentos (73,3%) e vendas (82,5%) nos últimos 12 meses. Em termos de unidades lançadas, o segmento registrou uma queda de 13,5% no último trimestre móvel, contrastando com alta de 14,4% no acumulado do ano, e de aumento de 16,1%, nos últimos 12 meses. Já em relação às vendas, o recuo de 3,6% no último trimestre móvel contrastou com acréscimos de 13,5% no acumulado do ano e de 21% nos últimos 12 meses.

Comparativamente, o desempenho do segmento residencial de Médio e Alto Padrão (MAP) tem se destacado no mercado. O último trimestre móvel apresentou uma elevação de 266,7% sobre o mesmo período de 2020, subsidiando uma alta de 217,7% no acumulado do ano, e um avanço notável de 135,7% em 12 meses, encerrados em agosto de 2021. Já as vendas registram um crescimento de 25% no trimestre móvel, ante igual intervalo do ano passado, um aumento de 20,3% de janeiro a agosto de 2021, e uma alta de 16,9% nos últimos 12 meses.

Comments are closed