Móveis planejados otimizam espaço em apartamentos pequenos

Móveis planejados otimizam espaço em apartamentos pequenos

Segundo o IBGE, em 10 anos, o número de pessoas que vivem sozinhas no Brasil cresceu de 10,4% para 14,6%. Nos dias atuais, é muito comum que os jovens saiam cada vez mais cedo de casa. Com isso, os apartamentos mais compactos se tornaram uma forte tendência no mercado imobiliário. No entanto, espaços reduzidos necessitam de soluções inteligentes na hora de serem mobiliados.

Essa missão pode ser facilmente solucionada pelos móveis planejados. Eles atendem à demanda de quem quer mobiliar, reformar ou otimizar o espaço para torna-lo mais funcional. Optando pelo planejamento de cada cômodo é possível dar uma nova cara aos ambientes, além de atender exatamente às necessidades dos moradores e inserindo a personalidade e estilo dos proprietários no projeto.

Para auxiliar quem busca funcionalidade e otimização aos apartamentos menores, a Simonetto, empresa especializada em móveis planejados, indica vantagens das peças sob medida e quais as melhores opções para cada ambiente. Confira abaixo.

Benefícios:

• Maior controle: Mandar fazer móveis planejados permite que seja possível escolher quem irá projetar as peças e, também, como ele deverá produzi-las, atendendo às demandas de cada lar. Sendo assim, pode-se controlar mais de perto a escolha do material e da qualidade da produção e do acabamento.

• Adequação aos espaços: Ter um espaço para guardar todos os sapatos ou roupas pode ser um dilema em apartamentos pequenos. Sendo assim, investir em um mobiliário planejado permite a criação de uma peça voltada para usos específicos que caiba no espaço desejado, mas também, apresente multifuncionalidades. Um exemplo é a cômoda, que serve para roupas e, ao mesmo tempo, pode ser utilizada como suporte para a televisão.

• Mobiliário padronizados: Eles também possibilitam a padronização dos móveis que estarão em cada ambiente.

• Custo-benefício: móveis sob medida também dão a oportunidade de gerenciar melhor os gastos com as peças. Por exemplo, pode se optar por materiais mais econômicos, que se adeque ao orçamento.

Dicas para cada ambiente:

• Quarto: Nos dormitórios, o planejamento ocorre principalmente em armários e closets. Uma dica é optar por materiais mais resistentes, já que costumam estar em contato constante com sapatos e são higienizadas com maior frequência. Outra sugestão, é a escolha por portas tradicionais ao invés das de correr.

• Cozinha: Nesses espaços é muito usual armários, bancadas, gavetas e ilhas planejadas. É importante atenta-se à funcionalidade; as bancadas não devem ser altas ou baixas demais, e armários, gavetas e ilhas devem comportar todos os objetos do cômodo.

Além disso, essas peças também devem ser projetadas de acordo com o tamanho e usabilidade dos objetos de cozinha. Uma boa opção é acoplar os eletrodomésticos como geladeira, fogão e micro-ondas no projeto dos móveis.

• Salas: Em apartamentos esses espaços geralmente são integrados, separados por uma bancada. Alguns não apresentam espaço para a sala de jantar, a utilizando para fazer as refeições. A sala de estar poderá ganhar um painel para o televisor, sendo uma solução muito prática e funcional.

• Banheiros: As peças sob medida mais comuns são os gabinetes e nichos. Como é uma área com umidade, certifique-se de que o móvel seja composto por um material que possua maior resistência a ela.

Comments are closed