Preço do aluguel no Centro-Sul de Belo Horizonte sobe 13,5% em um ano, segundo Imovelweb

Preço do aluguel no Centro-Sul de Belo Horizonte sobe 13,5% em um ano, segundo Imovelweb

O Imovelweb, um dos maiores portais imobiliários do País, divulga o relatório sobre os preços dos imóveis em Belo Horizonte no mês de setembro. De acordo com o relatório, o preço médio do aluguel de um imóvel padrão (65m², dois quartos e uma vaga) na cidade é R$ 1.527/mês, o que representa um aumento de 0,9% no mês. Em 2021, o aluguel já subiu 5,2% e nos últimos 12 meses o aumento foi de 10,2%.

A região mais cara para alugar um imóvel é Centro-Sul, com preço médio R$ 1.959/mês para um imóvel padrão. No mês, houve uma valorização de 1,7% nos preços dos imóveis na região. Veja o valor médio para locação de imóveis em Belo Horizonte por região: 


Região
Valor Médio (R$/mês)Variação mensalVariação anual
Venda Nova1.0291,9%9,8%
Norte1.0863,2%1,6%
Noroeste1.144-2,4%1,2%
Nordeste1.3350,4%19,6%
Leste1.348-0,4%10,0%
Oeste1.3692,2%10,0%
Pampulha1.3700,4%6,2%
Centro-Sul1.9591,7%13,5%

O relatório do Imovelweb mostra que os três bairros mais caros para alugar um imóvel ficam localizados na região Centro-Sul, como é possível ver na tabela abaixo:


Mais baratos (R$/mês)
Variação mensalVariação anual
João Pinheiro (Noroeste)8993,40%-14,07%
Heliópolis (Norte)9311,21%-7,37%
Jaqueline (Norte)9615,37%14,00%
Mais caros (R$/mês)Variação mensalVariação anual
Lourdes (Centro-Sul)2.3690,05%11,20%
Savassi (Centro-Sul)2.8121,65%13,62%
Belvedere (Centro-Sul)2.8982,75%17,48%

Nos últimos 12 meses, os bairros onde o preço do aluguel mais se desvalorizou foram São Luíz (R$ 2.023/mês, -15,2%), João Pinheiro (R$ 899/mês, -14,1%) e Nova Suissa (R$ 1.099/mês, -8,6%). Já os maiores aumentos ocorreram em Salgado Filho (R$ 1.285/mês, +18,0%), Funcionários (R$ 2.157/mês, +18,0%) e São José (R$ 1.161/mês, +19,3%).

Preço do m² sobe 3,7% em um ano

O relatório do Imovelweb mostra que o preço médio de venda em Belo Horizonte é R$ 5.384/m², o que representa uma valorização de 0,7% mensal e 3,7% anual. No ano de 2021, o aumento foi de 3,6%. Dessa forma, um imóvel padrão (65 m², dois quartos e uma vaga) custa, em média, R$ 352 mil.

A região mais cara para comprar um imóvel é a Centro-Sul, onde houve um aumento de 1,2% no preço do m². Os detalhes estão na tabela abaixo: 


Região
Valor Médio (R$/m²)Variação mensalVariação anual
Venda Nova3.9640,3%0,1%
Norte3.9930,7%3,3%
Barreiro4.0530,4%7,7%
Noroeste4.365Estabilidade1,6%
Nordeste4.602Estabilidade0,6%
Pampulha4.7900,7%2,7%
Leste5.0930,4%3,0%
Oeste5.1340,5%4,0%
Centro-Sul7.8561,2%6,1%


A próxima tabela mostra os bairros mais baratos e mais caros para comprar um imóvel:


Mais baratos(R$/m²)
Variação mensalVariação anual
Ribeiro de Abreu (Nordeste)2.370-2,64%-6,37%
Flávio de Oliveira (Barreiro)2.3750,24%3,31%
Solar do Barreiro (Barreiro)2.4091,05%0,10%
Mais caros (R$/m²)Variação mensalVariação anual
Belvedere (Centro-Sul)10.7350,10%4,33%
Santo Agostinho (Centro-Sul)11.2960,16%9,62%
Braúnas (Pampulha)11.500EstabilidadeEstabilidade

Nos últimos 12 meses, os bairros onde o preço do m² mais desvalorizou foram Cruzeiro (R$ 6.506/m², -13,1%), São Bernardo (R$ 3.673/m², -9,6%) e São José (R$ 5.548/m², -8,8%). Já as maiores altas ocorreram em Minascaixa (R$ 4.080/m², +19,5%), Savassi (R$ 10.278/m², +20,5%) e Santa Efigênia (R$ 7.839/m², +21,7%).

Rentabilidade

O índice de rentabilidade imobiliária relaciona o preço de venda e valor de locação do imóvel para verificar o tempo necessário para recuperar o dinheiro utilizado na aquisição do imóvel. No relatório de setembro, o índice foi de 3,58% bruto anual. Dessa forma, são necessários 27,9 anos de aluguel para obter o valor investido no imóvel, 8,5% a menos que há um ano.

Confira a rentabilidade por região de Belo Horizonte: 


Região
Rentabilidade
Norte2,9%
Nordeste3,2%
Venda Nova3,4%
Leste3,4%
Oeste3,6%
Pampulha3,6%
Centro-Sul3,7%
Noroeste4,0%

Comments are closed