Pride Construtora reduz seu ciclo de vendas de 40 para dois dias com app Facilita

Pride Construtora reduz seu ciclo de vendas de 40 para dois dias com app Facilita

A Pride Construtora, focada em empreendimentos Minha Casa Minha Vida (MCMV), reduziu o tempo do seu ciclo de vendas em 95%, passando de 40 para dois dias, após a implementação do app Facilita. A plataforma de gestão de vendas 100% digital transformou a aprovação de propostas e contratos num processo de no máximo quatro horas.

De acordo com o sócio-diretor e responsável pela experiência do cliente e responsabilidade social da Pride, Thiago Kuntze, a agilidade, consequência da implementação de uma cultura e de processos digitais, está impactando diretamente suas vendas. “Os resultados são tão positivos que, no fim de 2019, a Pride teve um lançamento em Londrina, onde a equipe vendeu 70% das unidades em 60 dias.”, explica o executivo.

Eliminando as planilhas e os papéis, bem como as ligações e as trocas de mensagens, a Pride substituiu toda sua comunicação e seu controle de vendas manuais pela plataforma, que gerencia desde a captação de leads até o fechamento. Antes, o processo era ineficiente, pois não permitia uma ágil tomada de decisões, já que os dados não eram atualizados em tempo real.

No dia a dia, tal morosidade na entrega das informações, resultava na falta de controle e visão das negociações. Essa condição, somada à complexidade do processo de vendas dos empreendimentos MCMV, tido como o nicho de mercado mais burocrático do setor imobiliário, impactava todo o andamento da operação, tornando-a mais lenta.

De acordo com o diretor da construtora, para as empresas do setor que atuam em mais de uma localidade, a tecnologia não é apenas uma facilidade, mas, sim, uma necessidade em termos de agilidade e efetividade. “Sem uma ferramenta de gerenciamento de vendas, não sabíamos em qual etapa estava o processo. Como resultado, nossa equipe, todos os dias, recebia várias ligações de pessoas que gostariam de saber o status das negociações. Ou seja, sem informação atualizada, muitas vezes ocasionava a desistência das compras”, comenta o diretor da Kuntze.

Agora, num formato online, os corretores atuam em tempo real. Desde a reserva dos empreendimentos, passando pelo envio das imagens dos documentos dos clientes para os correspondentes bancários e finalizando com o envio dos contratos, tudo é realizada pelo aplicativo. A digitalização deste processo evita a morosidade do envio de papéis e o deslocamento.

Para Glauco Farnezi, CEO da Facilita, startup responsável pelo aplicativo, a digitalização do mercado imobiliário é uma evolução neste setor, considerado um dos mais atrasados no quesito Transformação Digital. “Comprovamos a eficiência, bem como a necessidade da tecnologia trazendo rápidos resultados. Principalmente neste cenário atual de pandemia que, mesmo com estandes fechados, as vendas MCMV cresceram 20,3% – de acordo com o último relatório da Associação Brasileira de Incorporadoras Imobiliárias, e estão acontecendo num formato à distância. O que só é possível se houver um processo 100% digital”, explica Farnezi.

Comments are closed