Projeto transforma planta de apartamento antigo em uma proposta moderna

Projeto transforma planta de apartamento antigo em uma proposta moderna

Arquiteto Fábio Frutuoso integra ambientes e faz uso das cores para trazer nova vida ao decor!


Fotos: @leila.viegas

Os apartamentos dos anos 50 eram entregues com quarto e banheiro de empregada, sem lavabo e com os espaços da área social eram divididos (setorizados). Os dormitórios dividiam um único banheiro, mas tinham área generosa – o que já não se vê nos apartamentos recém-construídos. Neste projeto do arquiteto Fábio Frutuoso, após uma reforma em duas etapas, o que se vê é uma área social integrada, numa proposta contemporânea que deu novo uso aos espaços que hoje já não fazem sentido (como a área de serviço) e com nova funcionalidade. 

Segundo Fábio, o cliente já vivia no apartamento há algum tempo e convivia com uma cozinha apertada e sem janela. O quarto e banheiro de empregada serviam de depósito. A ausência de um lavabo e a cozinha segregada eram as suas maiores queixas. “Por outro lado, ele adora cozinhar e receber os amigos. Por isso, o desenho da cozinha foi o ponto inicial do projeto”, conta o arquiteto. 

A pia da cozinha foi voltada para a parede, ao lado da geladeira e do fogão. Foi possível, então, criar uma ilha para ampliar a bancada de trabalho e a área de armários. A mesa de jantar, feita sob medida, é solta e se encosta-se à ilha, criando um bloco central que integrou o antigo corredor de acesso aos quartos como área útil para as cadeiras da sala de jantar. 

Fotos: @leila.viegas

As prumadas de água e esgoto que atendiam a pia original (onde fica a atual ilha) ficaram aparentes e receberam pintura para dialogar com o resto do ambiente. Sob o tampo da ilha as tomadas foram escondidas e estão em uma posição muito útil para ligar desde uma batedeira a um notebook. 

Fotos: @leila.viegas

A lavanderia foi eliminada como ambiente e integrada à cozinha, sob uma bancada de granito que acomoda o filtro e a cafeteira. Ao lado, um gaveteiro estreito acomoda sabão líquido e amaciante. “Do outro lado, junto à janela, criamos uma cuba auxiliar, que pode atender tanto a lavanderia como a cozinha. Sob essa bancada, temos duas portas vai e vem, que abrigam a caixa de areia dos gatos”, detalha Fábio. 

A cozinha da casa em que o cliente cresceu era laranja com azulejos estampados em azul e ele gostaria de fazer uma referência a essa memória deste ambiente em que aprendeu a gostar de cozinhar em seu apartamento. “Utilizamos o azulejo no painel da bancada dos eletrodomésticos e criamos uma composição de laranja e azul nos armários”, explica. 

Fotos: @leila.viegas

Nichos acomodam os eletrodomésticos e panelas que são utilizadas pontualmente. A coifa fica integrada ao projeto do armário, passando quase despercebida. A parte superior do armário alto não toca a laje justamente para que os gatos possam acessar essa área elevada. 

Fotos: @leila.viegas

O quarto de empregada foi reduzido para se tornar uma despensa. O banheiro de serviço foi reformado e virou um lavabo. Uma nova porta foi instalada no corredor oferece privacidade aos dois dormitórios remanescentes e banheiro, utilizados como uma grande suíte, estimulando o uso do lavabo pelos amigos e visitantes. 

O lavabo recebeu um papel de parede com um desenho art deco, que dialoga com a arquitetura do próprio edifício dos anos 50. A cuba esculpida em granito preto ganha interesse pela textura natural em seu exterior. O vaso e o cabideiro de cerâmica preta reforçam a referência retrô. 

Os móveis já existentes receberam tecidos azuis e laranjas, para dialogar com a cozinha, integrando essa área social como ambiente único que é. Tapetes e portas cinza grafite criam um contraponto às cores vibrantes e a madeira equilibra o conjunto dando um tom de aconchego. Peças de mobiliário novo convivem com peças garimpadas ou peças herdadas da família. A vegetação, que aparece também em vasos e jardineiras antigas, completa a sensação de acolhimento e de casa afetiva desse apartamento. 

Fotos: @leila.viegas

Os quadros são fotos, gravuras, pôsteres e postais coletados pelo cliente ao longo dos anos e que foram distribuídos pelas paredes em composições que interagissem com o restante da composição do espaço. 

Fotos: @leila.viegasFotos: @leila.viegas
A sala de estar recebeu uma meia parede, que se tornou um fundo para acomodar o sofá laranja e que esconde uma grande escrivaninha atrás e pode acomodar uma situação de home office. 

A estante antiga abriga as taças enquanto duas estantes projetadas especialmente para esse apartamento acomodam todo os livros do casal. 

Atrás da porta do lavabo, há um armário que armazena os produtos de limpeza, vassouras e escadas, de forma discreta. No fim do corredor de serviço, próximo ao acesso do lavabo, um armário alto sem puxador esconde o aquecedor a gás e os cestos de lixo. 

Comments are closed