Refinanciamento de imóvel é saída mais viável para quitação de dívidas acumuladas

Refinanciamento de imóvel é saída mais viável para quitação de dívidas acumuladas

O acúmulo de dívidas é um problema recorrente, que afeta boa parcela dos consumidores brasileiros.

Conforme dados fornecidos pela Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor (Peic), apresentados pela Confederação Nacional de Comércio de Bens, Serviços e Turismo, no mês de março, houve um aumento de 0,9 pontos percentuais no número de famílias endividadas em relação ao mês de fevereiro, indicando que 62,4% das famílias que possuem dívidas têm dificuldades para pagá-las.

As soluções para as dívidas, muitas vezes, consistem em empréstimos, que representam uma nova dívida a ser quitada.

Dessa forma, a realização de um empréstimo como o consignado e o pessoal pode acabar gerando um novo ciclo de juros com os quais o solicitante deverá arcar.

Uma das formas encontradas para quitar dívidas sem ter de realizar empréstimos com altas taxas de juros é o refinanciamento de imóveis.

O refinanciamento de um bem imóvel permite, além da concessão de um valor maior do que o obtido em outros tipos de empréstimos, o pagamento de um valor em juros muito menor do que o observado em empréstimos do tipo consignado e pessoal.

Isso se torna possível pelo fato de o solicitante colocar como garantia o seu imóvel. Assim, caso não haja o pagamento do valor emprestado no tempo estabelecido em contrato, a financiadora pode retirar o bem financiado como forma de pagamento.

Para que o empréstimo por refinanciamento possa ser feito, o solicitante precisa ter, em seu nome, a propriedade de um imóvel quitado.

Para comprovar a propriedade, o solicitante do empréstimo deve apresentar à financeira toda a documentação relativa à propriedade do imóvel.

Quando o imóvel é refinanciado, torna-se impossibilitada a sua venda. A venda de imóvel refinanciado só é possível quando há o recebimento de seu valor em dinheiro, sendo este dinheiro aplicado no pagamento da dívida garantida pelo imóvel.

O uso do bem registrado como garantia, no entanto, pode continuar sendo feito conforme era antes do refinanciamento. Dessa forma, seja o imóvel de uso habitacional ou comercial, sua utilização pode permanecer sem nenhum tipo de alteração.

O empréstimo por refinanciamento de imóvel, contudo, não é liberado apenas a partir da garantia feita por imóvel. O solicitante do empréstimo, além da comprovação de propriedade, precisa comprovar que possui renda suficiente para quitar o empréstimo.

O valor do empréstimo concedido por refinanciamento de imóvel pode ser escolhido pelo proprietário do imóvel. Entretanto, o valor emprestado nunca será equivalente a 100% do valor avaliado para o imóvel posto como garantia.

Na realização de refinanciamento de imóvel, o seu valor será estipulado a partir de avaliação feita pela financeira.

A partir do valor avaliado e da renda comprovada pelo solicitante do empréstimo, associados à sua reputação no pagamento de dívidas, é que haverá a liberação do valor a ser emprestado.

O pagamento do empréstimo por refinanciamento de imóvel, apesar de ser maior em relação aos demais tipos de empréstimos, pode ser escolhido pelo solicitante.

O tempo de realização do pagamento também será determinante para o valor da taxa de cada parcela de quitação do empréstimo. Quanto menor o tempo para pagamento, também menor o valor da taxa somada à parcela.

Por isso, é importante que, ao solicitar o empréstimo, seja feito o cálculo considerando valores de taxas distintos. Dessa forma, pode ser feita, junto à financeira, a simulação de empréstimo para que seja avaliada qual a taxa de juros que está dentro das possibilidades de pagamento pelo solicitante do empréstimo.

Se houver a realização do refinanciamento e ainda houver dúvidas quanto ao que está sendo pago em cada parcela, é possível calcular os juros pagos em cada parcela pela taxa de juros anual disponibilizada pela empresa.

O cálculo com base na taxa de juros anual pode ser feito online, o que facilita para quem realiza o empréstimo saber qual a melhor condição de pagamento para empréstimo por refinanciamento do seu imóvel.

Fonte:
 https://financer.com/br/financas-pessoais/calculadora/taxa-de-juros/

Comments are closed