Startup potencializa venda de imóveis unindo comodidades de hotel com o conforto do lar

Startup potencializa venda de imóveis unindo comodidades de hotel com o conforto do lar

A hospitalidade já não é mais uma exclusividade do mundo hoteleiro. Em um momento em que o lar deixou apenas de ser um local de descanso e se transformou em escritório, academia, escola e lazer, as experiências por trás do morar também tiveram que ser ressignificadas. Foi pensando nisso que dois empresários de São Paulo enxergaram a possibilidade de agregar suas expertises nos segmentos imobiliário e de hotelaria, investindo em uma plataforma de locação que combinasse o melhor dos dois mundos. Assim nasceu o Charlie, uma startup com o propósito de reimaginar o ecossistema da hospitalidade, mesclando as praticidades do hotel com o conforto de casa, oferecendo uma experiência de estadia e serviços sob demanda para curta, média e longa duração.

A empresa, que faz parte do Grupo HX, tem como objetivo estabelecer uma relação ganha-ganha para toda a cadeia, ou seja: incorporadoras, proprietários e hóspedes; e chega ao mercado com parcerias estabelecidas com importantes players como Cyrela, Next Realty, Lavvi, CCDI, FL2, Famcorp e Lugares com Alma.

Para incorporadoras, o Charlie atua como uma plataforma, oferecendo serviços que agregam valor ao seu empreendimento. E, dado ao fato de entregar alta rentabilidade ao seu investidor, contribui nas vendas. Para proprietários investidores, a startup gerencia toda a operação, da reforma à locação, entregando a melhor rentabilidade e acompanhamento analítico de todas as unidades com transparência e praticidade por ser online e com acesso pelo aplicativo. A combinação perfeita entre cuidado e retorno.

Por fim, para hóspedes ou moradores, o Charlie é uma experiência de estadia incrível com uma solução de hospedagem moderna, flexível e prática, que oferece serviços personalizados e apartamentos – em diferentes categorias – com design e tecnologia, totalmente equipados e prontos para morar ou se hospedar.

Atualmente, o Charlie possui oito empreendimentos com imóveis disponíveis, localizados em São Paulo (SP): Smart Charlie República (República); Smart Charlie Genebra (Bela Vista); Charlie Pinheiros (Pinheiros); Charlie Suites Paulista (Cerqueira César); Charlie Itaim (Itaim Bibi); Charlie Oscar Freire (Capote Valente); NewCiti Itaim by Charlie (Pedroso Alvarenga); e Porto Alegre (RS): Charlie Porto Alegre (José de Alencar). Para 2021, o plano de expansão conta com novos empreendimentos dentro da capital paulista e em Porto Alegre (RS).

Para o primeiro semestre outros lançamentos estão previstos com imóveis Charlie disponíveis. Além de SP e POA, Florianópolis (SC) e Rio de Janeiro (RJ) estão entre os próximos destinos da startup.

Categorias Charlie
São, ao todo, três categorias e duas subcategorias disponíveis pelo Charlie. Cada uma com características e experiências próprias, elaboradas para cada necessidade:

● Smart Charlie – Um imóvel despojado e essencial. A escolha inteligente para quem precisa de um local para passar uma temporada menor e/ou fazer uma viagem a trabalho;
● Charlie – Encantador, deslumbrante e provocante. O apartamento Charlie é ideal tanto para quem precisa de um local para férias como para quem deseja uma moradia cheia de design;
● Crazy Charlie – Original, exclusivo e de tirar o fôlego. Para os amantes de experiências únicas e sofisticadas, o Crazy Charlie surpreende e ousa ao criar sensações;
● Suítes – Apartamentos mobiliados e equipados, com quarto, sala e banheiro.
● By Charlie – Unidades hoteleiras convertidas na proposta de locação Charlie

Vantagens para incorporadoras

O Charlie atua em parceria com a incorporadora desde a definição de qual produto será oferecido até o suporte de vendas em estandes e, após a venda das unidades, segue como parceiro, para operar as locações.

Após a entrega do empreendimento, as incorporadoras passam a ter parte da receita da locação, o que antes não fazia parte da realidade do mercado. Além disso, o Charlie leva vida ao empreendimento, oferecendo serviços e garantindo sua ocupação. “Para a incorporadora ter cada vez mais cases de sucesso nas unidades de investimento, é importante que seus clientes lucrem com a compra de seus imóveis e é exatamente aí que o Charlie entra, para maximizar o retorno sobre o investimento”, conta Allan Sztokfisz, CEO do Charlie.

Benefícios para o proprietário investidor

A startup atua no sistema “all inclusive”, ou seja, o proprietário só terá o valor da taxa de administração descontada dos aluguéis arrecadados e não pagará ao Charlie nada a mais por isso. A taxa de administração inclui todos os serviços prestados pelo Charlie que vão desde a preparação da unidade, que podem incluir reformas e organização geral, manutenção dos imóveis, até os trâmites de locação em si. Além disso, o Charlie oferece serviços como limpeza, com atendimento 24 horas por sete dias da semana.

Para calcular a precificação do imóvel, o Charlie desenvolveu um sistema inteligente com algoritmo próprio que se ajusta conforme oferta e demanda, rentabilizando o valor da locação e cobrando o valor certo, na hora certa. A startup também oferece um relatório ao investidor, disponível pelo site do Charlie, onde ele consulta todas as informações das unidades, com resultados, informações de históricos e previsão de ocupação.

Para garantir a cobertura de todo o processo, o Charlie ainda realiza o anúncio dos imóveis nas principais plataformas de locação, como Booking, Airbnb e Expedia, além do próprio site Charlie, sem que o proprietário tenha que pagar nenhum adicional. “O Charlie cuida do imóvel do proprietário investidor com uma equipe focada em manter o ativo impecável e rentável reduzindo os custos e maximizar a receita dos nossos clientes.

Temos parcerias com escritórios especializados que desenvolvem um projeto único para cada imóvel. Acompanhamos a obra, colocamos enxoval premium e fazemos fotos e vídeos profissionais para o anúncio dos apartamentos”, afirma Sztokfisz.

Experiências personalizadas para hóspedes e moradores

No Charlie, o hóspede é o protagonista! Durante toda a sua estadia, a startup cuida para que todos os detalhes sejam surpreendentes. Os apartamentos são 100% mobiliados e equipados com diversas tecnologias que facilitam o dia a dia do hóspede/morador e contam com TV a cabo e internet sem fio de alta qualidade, além de um serviço de concierge inteligente, o Charlie, disponível durante 24 horas por dia.

Os valores das diárias e mensalidades variam de acordo com a localização, estrutura do prédio e design dos apartamentos. Para locações entre 30 e 90 dias, o cliente deve assinar digitalmente um contrato de temporada. A partir de 90 dias, um contrato de locação é exigido por lei, mas sem imposição de tempo mínimo de permanência.

No Charlie, o hóspede/morador pode, realmente, ficar pelo tempo que desejar. Não é necessário fiador ou seguro fiança, apenas o pagamento mensal pré pago e uma análise prévia de crédito. As formas de pagamentos aceitas são boleto e cartão de crédito.

Para reservar um apartamento, basta realizar a reserva pelo sitewww.staycharlie.com.br.

Inovação e tecnologia

No Charlie, inovação e design caminham de mãos dadas. A startup oferece um aplicativo para o consumidor final com descontos em estabelecimentos próximos ao imóvel alugado, limpeza extra sob demanda, serviço de lavagem de louça e troca de enxoval, além de kits de comidas e bebidas, como Happy Hour e Cinema.

No aplicativo, o concierge Charlie está conectado 24 horas por dia, sete dias por semana para solucionar questões e realizar boas indicações. “Em breve teremos o serviço de frigobar personalizado, onde o hóspede indicará as suas preferências e seu frigobar será abastecido conforme a demanda. Estamos também firmando parcerias com serviços de SPA e massagem em domicílio”, revela Sztokfisz.

No imóvel alugado a tecnologia também é empregada para facilitar o dia a dia do cliente. Atualmente, todos os apartamentos Charlie contam com fechadura inteligente, por exemplo. Ainda em 2021, a startup pretende implantar outras tecnologias, como IoT, automação para o cliente e reservas das áreas comuns dos prédios por meio do app.

O aplicativo Charlie está nas principais lojas de aplicativos:Apple Store –https://apps.apple.com/us/app/id1531517326Google Play –https://play.google.com/store/apps/details?id=com.charlie.app

Como tudo começou

O Charlie surgiu em junho de 2020, mas já nasceu carregado de bagagem e muitos anos de experiência. Tudo começou em 2007 quando o engenheiro de produção Allan Sztokfisz e o administrador de empresas Flavio Ghelfond se uniram no lançamento do Grupo HX e lançaram seu primeiro projeto: uma plataforma de locação alternativa, flexível e livre de burocracias. Apesar da ideia original, não existia na época um potencial mercado para o serviço.

Continuando a testar este segmento, a dupla abriu, em 2009, um dos primeiros hostels de São Paulo, o Okupe Vila Mariana. A ideia deu certo e, no ano seguinte, foi inaugurado o Okupe Jardins, que se tornou um dos maiores hostels do país. “Além de primeiras experiências na hospitalidade, aprendemos a criar um ambiente que promovesse uma experiência única aos hóspedes”, conta Sztokfisz.

Em 2010, decidiram dar um passo ainda maior e abriram seu primeiro hotel. “Foi nesse momento, que criamos nosso primeiro sistema de precificação dinâmica”, explica. Quatro anos depois, em 2014, os empresários entraram no mercado residencial, desenvolvendo um inovador conceito de gestão estratégica no La Residence Paulista, nos Jardins.

No local, a dupla resolveu os passivos, melhorou a estrutura, fortaleceu os serviços e ampliou a rentabilidade do investidor, aumentando a demanda oferecida de 58 para 105 unidades. “Foi neste momento que entendemos como montar uma operação que atendesse tanto residentes como hóspedes”, afirma Ghelfond. Com foco no serviço e no aumento rápido de receita, em 2019, o Grupo HX assumiu outro turnaround em um empreendimento de uma das maiores redes hoteleiras do país.

Comments are closed