Sustentabilidade e tecnologia à segurança impulsionam vendas de edifícios de alto padrão em Brasília

Sustentabilidade e tecnologia à segurança impulsionam vendas de edifícios de alto padrão em Brasília

Tecnologia, segurança e sustentabilidade ditam atualmente as tendências do mercado imobiliário de luxo em Brasília, sobretudo em edifícios recém entregues ou em fase de lançamento por construtoras com foco em imóveis de alto padrão. O crescimento de construções guiadas pelo uso de tecnologia voltada para a segurança dos moradores e uso de práticas sustentáveis é maior no Noroeste, novo bairro da capital federal, cidade que observa há duas décadas a elevação anual das taxas de criminalidade e o crescimento positivo do interesse de seus moradores por questões relativas ao meio ambiente.

As classes A e B apresentam maior nível de consciência ambiental e desejo de serem mais sustentável, conforme a última pesquisa do Instituto Ikatu sobre consumo consciente no Brasil. Segundo a gerente técnica do Sindicato da Construção Civil do Distrito Federal –  Sinduscon-DF, engenheira Gezeli Bandeira de Mello, “adotar estas boas práticas em sustentabilidade tem também a ver com a visão de mundo do construtor, e não apenas de negócio”.

De acordo com o Sinduscon-DF, tem crescido o número de construtoras que estão contemplando seus empreendimentos com automação e ponto para abastecimento de carro elétrico, provisão de energia fotovoltaica e aproveitamento da água de chuva (entregando tudo pronto ou deixando preparado, para que o condomínio o faça futuramente). A preservação ambiental resulta também economia financeira para os moradores ao proporcionar redução das taxas de condomínio e de consumo de água e energia elétrica.

O mais novo exemplo dessa mudança de comportamento no mercado imobiliário brasiliense é o edifício Allure Résidence, que acaba de ser entregue pela construtora Villela e Carvalho. O projeto com 42 apartamentos conta com eficiência energética, gerenciamento de resíduo de óleo de cozinha, piscina na área de lazer aquecida por sistema solar, torneiras para lavatórios e duchas nas áreas comuns com controle de vazão e lareira ecológica. O empreendimento também elenca itens como botão antipânico, acesso biométrico nos halls sociais e guarita blindada e com sistema antiarrastão.

Para o diretor-técnico da Villela e Carvalho, Lander Cabral, o uso de tecnologia voltada para a segurança dos moradores e a utilização de itens sustentáveis na construção de alto padrão são vistos com muita atenção pelo comprador e se tornam muitas vezes decisivos à aquisição do imóvel. “O comprador quer agora agregar ao seu novo patrimônio o uso de práticas sustentáveis e se sentir seguro nele.”, observa o executivo. Ele adiantou que os próximos lançamentos da construtora estão ainda mais em consonância com este novo consumidor ao apresentarem tratamento de água cinza para reuso no jardim e a lavagem de áreas comuns, e a inclusão na garagem de tomada para abastecimento de carro elétrico.

Comments are closed