Tag casa própria

Vai comprar seu primeiro imóvel? Confira essas dicas!

A compra do primeiro imóvel é um sonho para milhares de pessoas, mas que pode se tornar um pesadelo se não houver planejamento e cuidado na hora da escolha. Pensando nisso a Tarjab, incorporadora com mais de 37 anos de atuação no setor, elaborou uma série de dicas para quem pretende comprar seu primeiro apartamento. Confira abaixo as orientações elaboradas pela equipe de vendas e marketing da Tarjab.

Longo prazo

As vezes batemos o olho em um lançamento e acreditamos que seja ideal para morarmos, mas é preciso ter uma visão mais ampla. Primeiramente, foque no que você procura e precisa como bairro/localização, metragem, valor por m², lazer, serviços próximos, áreas comuns, disposição de plantas por exemplo. Não deixe de visitar o local onde o empreendimento será construído e seu entorno. Lembre-se, um imóvel na planta é um investimento de longo prazo.

Credibilidade

A credibilidade da incorporadora do empreendimento é fundamental para entender se a empresa tem um bom histórico de entregas e se não tem muitas reclamações. Importante ainda olhar, seja nas redes sociais da empresa ou sites como Reclame Aqui, se as reclamações são atendidas e em que velocidade, além de comparar o volume de reclamações com o tamanho da empresa. Uma incorporadora pode parecer ter poucas reclamações, mas se ela tiver poucos projetos essas reclamações podem ser muitas na verdade.

Corretor de confiança

Não deixe de contatar um especialista do setor imobiliário, vale destacar também que a maioria das incorporadoras tem equipes de vendas próprias que podem ser ótimas fontes de consulta e atendimento.

Grande parte das incorporadoras contam com ficha de preenchimento da visita, na qual é possível fazer a avaliação do corretor. Preencher avaliando de forma isenta a qualidade do atendimento do corretor é uma forma de melhorar o processo de formação e capacitação dos profissionais de vendas. O atendimento digital também oferece a escolha de avaliação (de sua nota de 0 a 5). Por isso, escolha o corretor de sua confiança e nunca deixe de aciona-lo para qualquer dúvida que possa surgir.

Burocracia

Geralmente não nos atentamos muito para parte burocrática ao comprar nosso primeiro imóvel, por isso não deixe de conferir toda a documentação a ser assinada (contrato, memorial descritivo, proposta), bem como os documentos de registro do imóvel, se estão em dia com os registros no cartório (registro de incorporação) garantido que o imóvel pode ser comercializado.

Leia com atenção todos os pontos do contrato e se necessário peça assessoria jurídica de um advogado com conhecimentos de mercado imobiliário, eliminar todas as dúvidas ao assinar o contrato garante uma compra segura e prazerosa, já que para muitas pessoas essa aquisição é um sonho se realizando. Lembre-se, o cuidado e atenção nesse momento evitam frustrações geradas pela falta de entendimento ou alinhamento correto na hora da assinatura.

Orçamento

Fique atento se o imóvel cabe, de fato, no seu bolso. Se for fazer financiamento é importante também ter a ressalva de que a data de entrega do empreendimento, pode ser estendida por até seis meses, geralmente os contratos contam com uma clausula que permite prolongar esse prazo. Portanto, nos casos de financiamento, você pode levar de 1 a 6 meses para pegar as chaves, considere esse tempo em seu orçamento e cronograma.

Outra dica valiosa é conhecer as características do produto, ler o memorial descritivo, estudar e entender as vocações do produto, além de visitar os apartamentos decorados. Vale destacar que no momento atual de pandemia há projetos sem apartamento decorado físico e sim virtual. Portanto procure conhecer as características do produto em detalhes, seja em tour virtual de 360 Graus ou decorados físicos.

Importante também ter uma ideia de quanto foi investido pela incorporadora para deixar o apartamento daquele modo, assim você terá um balizador para a sua reforma e investimento final no imóvel.
Valores de IPTU e condomínio, que são custos mensais, também ajudam a planejar melhor os desencaixes.

Financiamento

Existem várias opções para realizar o pagamento do imóvel, entre elas está o financiamento bancário. Com a redução na taxa de juros, com a Selic em 2% ao ano, uma alternativa para quem quer comprar seu primeiro imóvel é justamente esse tipo de financiamento. Recentemente as instituições bancárias criaram novas modalidades, propondo novos indexadores, proporcionando maior acesso e facilidade na aquisição do primeiro imóvel.

Não deixe de realizar uma ampla pesquisa em diversos bancos que oferecem crédito imobiliário, normalmente é possível realizar uma simulação no próprio site da instituição financeira. Assim é possível calcular o prazo, e os valores da entrada e parcelas.

Visite

Outra dica valiosa é conhecer as características do produto, ler o memorial descritivo, estudar e entender as vocações do produto, além de visitar os apartamentos decorados. Portanto, procure conhecer o produto em detalhes, seja em tour virtual de 360 Graus ou decorados físicos.

Tags, , ,

Para 51%, ter wifi disponível em todo o prédio é fundamental na hora de comprar um imóvel

Cada vez mais a tecnologia está presente na vida das pessoas. Os avanços e comodidade que a tecnologia oferece começa a ser percebida como aspecto importante na hora de comprar um imóvel. Um estudo exclusivo realizado pela DataZAP, braço de inteligência imobiliária do Grupo ZAP, revela que para 51% das pessoas que querem comprar um imóvel, ter wifi disponível em todo o prédio é um aspecto altamente importante.

A pesquisa também que, em segundo, aparece tomadas USB nos imóveis e nas áreas comuns com 42%. Em terceiro, com 40%, fechadura eletrônica ou digital no imóvel está na terceira posição. Além disso, seguem como aspectos importantes: automação dos ambientes da casa (smart home) com 32%, seguido de portaria virtual (31%) e tomadas para carros elétricos (22%).

“A tecnologia estará cada vez mais presente nos imóveis. É importante, na construção de empreendimento, ter essa atenção para aspectos tecnológicos que, sem dúvida, vão fazer a diferença na hora de comprar um imóvel. A tecnologia caminha para ser um dos fatores decisivos na hora de comprar um imóvel”, explica Deborah Seabra, economista do Grupo ZAP.

A pesquisa foi realizada com 861 pessoas das capitais e regiões metropolitanas do Brasil.

Tags, , , ,

Para 60%, é o melhor momento para comprar um imóvel no país

Em um contexto de crise econômica, isolamento social e queda de consumo, o mercado imobiliário tem sentido menos os impactos quando comparado aos de outros setores. Isso porque, um estudo exclusivo realizado pela DataZAP, braço de inteligência imobiliária do Grupo ZAP, mostra que para 60% dos entrevistados é melhor momento para comprar um imóvel. Os três principais motivos são: preços bons (19%), taxas de juros baixas (13%) e mais oferta no mercado (10%). A pesquisa foi realizada com 700 entrevistados de todo o país.


Já 37% acreditam que não é o momento ideal para adquirir um imóvel. As justificativas são: incerteza política ou econômica (27%), crise do COVID-19 (25%) e instabilidade financeira pessoal (8%).

“Com incentivos como taxas de juros mais baixas e iniciativas tecnológicas do setor mantiveram o setor aquecido. O mercado imobiliário reagiu bem ao momento de pandemia, mais estímulos do governo, fez com que hoje diversas pessoas possam comprar sua casa ou adquirir um imóvel para investimento”, explica Deborah Seabra, economista do Grupo ZAP.

O estudo mostra que dos que desejam comprar, 92% é para moradia e 8% para investimento. “Interessante ver que os dados também mostram, depois de 24 meses da aquisição, 82% pretende transacionar o imóvel novamente e 18% deixará para herança”, ressalta.

O tipo de imóvel aparece apartamento em primeiro, com 49%, seguido de Casa de rua ou vila (28%), Casa em condomínio (15%), Studio e Kitnet (2%) e outras tipologias com 5%.

Tags, , ,

Apto faz “esquenta” para Black Week do mercado imobiliário

Apto, plataforma que conecta potenciais compradores de imóveis novos a construtoras e empreendimentos em todo o Brasil, vai promover a partir do dia 14 de outubro, o “Esquenta” Black Week, que tem como objetivo identificar potenciais compradores que estejam aguardando o período de promoções da Black Friday, em novembro, para comprar um imóvel novo. A ação será realizada por meio de um site, que terá um cronômetro com contagem regressiva para a maior semana de descontos em imóveis novos do mercado imobiliário.

Para participar basta acessar a página e preencher alguns dados como nome, e-mail e região de interesse. “Esse público receberá em primeira mão as melhores ofertas da Black Week que vamos fazer entre os dias 23 e 29 de novembro. Além disso, enviaremos uma série de informações e dicas para facilitar o processo de compra”, explica Alex Reis, gerente de marketing do Apto.

A ação vai contar com algumas construtoras de renome no portfólio, como Eztec, Econ, Even, Exkalla, Saint Marti e Vegus; e assim, busca atrair aquelas pessoas que já estão procurando apartamentos e que querem aproveitar promoções. “No geral, as pessoas aproveitam a Black Friday para buscar produtos de consumo ou eletrônicos e queremos trazer essa data para a realidade do mercado imobiliário. Sabemos que comprar um apartamento exige planejamento e é um processo mais delicado do que esses outros produtos, por isso criamos essa campanha antecipada, que vai ajudar as pessoas a se organizarem e até saberem antes das ofertas”, finaliza Alex.

Serviço – Esquenta Black Week
Quando: a partir do dia 14 de outubro
Onde: no site da ação
Cadastro é gratuito

Tags, , ,

Construir uma casa: quais erros não cometer?

O desejo de construir a casa dos sonhos acompanha muitos brasileiros, mas não são poucas as histórias de casos em que esse sonho virou pesadelo por problemas ocorridos na hora da construção. Ocorre que grande parte da população não é especializada nessa área, fazendo com que muitos erros sejam cometidos.


“A construção de uma casa deve levar em conta muitos fatores, que vão além da vontade. É necessário que se tenha planejamento e organização, para que não termine com um projeto que não gostou ou com muitas dívidas”, explica o Diretor Geral do Grupo Realibras/Conspar, Eufrásio Humberto Domingues.


Humberto acompanha projetos há muito tempo e já vivenciou situações variadas, onde quem se propôs a construir foi prejudicado. Abaixo ele listou alguns desses erros:


Falta de planejamento: a pessoa quer construir e não se preocupa com os diversos fatores que isso envolve. Assim, o primeiro passo é sentar e colocar todas variáveis existentes na ponta do lápis;


Terreno inadequado: é preciso ver se o terreno está de acordo com os objetivos e também com o bolso. Na hora de comprar um terreno é preciso saber se ele possui infraestrutura, se está regular e se não é localizado em uma área que apresenta problemas para construção;


Não ter projeto: é fundamental que tenha um engenheiro ou arquiteto responsável pelo projeto, isso minimiza riscos. “Esse ponto é tão importante que disponibilizamos opções gratuitas para quem adquire nossos projetos”, conta o diretor do Grupo Realibras/Conspar;


Não mensurar os gastos: ou mensurar de maneira errada. Com o projeto em mãos é preciso ver tudo que se vai gastar, conhecer seu orçamento para obra e depois fazer cotações. Lembrando que não se pode esquecer do acabamento, móveis e tributos que podem surgir;


Mão de obra barata: muitas vezes para economizar, busca-se por uma mão-de-obra não especializada. A casa é um lugar que precisa de uma construção confiável e a segurança deve ser colocada em primeiro lugar, não podendo ser deixada na mão de amadores;


Produtos baratos: mais um caso da série “o barato pode sair caro”. Buscar produtos de categorias duvidosas pode ocasionar sérios problemas em um curto período de tempo. Isso também pode custar uma reforma até mais cara, fazendo com que essa economia inicial não tenha valido a pena.

Tags, , ,

Em parceria inédita com Uber, MRV busca clientes em casa para feirão de vendas de imóveis

No próximo dia 16 de março, sábado, mais de 10 mil viagens de carros serão realizadas entre as casas de milhares de brasileiros até os plantões de vendas da MRV. Em uma estratégia única para oferecer comodidade aos clientes, a construtora, em parceria com a Uber, disponibilizará um carro com motorista para levar as pessoas que queiram sair do aluguel até o plantão de vendas da MRV onde poderá adquirir a sua nova casa.

Além da comodidade de não precisar se preocupar com a locomoção, os clientes que participarem da 1ª edição do Feirão de Porta a Porta poderão escolher entre as mais de 40 mil unidades nas mais de 65 cidades onde serão realizados os eventos. Além das facilidades do programa Minha Casa Minha Vida com subsídios de até R$47.500,00, a construtora oferecerá descontos exclusivos, isenções de taxas, documentação grátis, mensais a partir de R$299,00,  aprovação de credito na hora entre outras vantagens.

Segundo Rodrigo Resende, diretor de Marketing e Comunicação da MRV, o objetivo do feirão é descomplicar ainda mais o processo de compra do imóvel com descontos e facilidades na forma de pagamento. “A estratégia de levar o cliente ao plantão de vendas oferece mais comodidade, segurança e tranquilidade, além de reforçar nosso compromisso e preocupação com o bem-estar dos clientes”. O executivo ainda completa dizendo que no feirão o público encontrará empreendimentos com itens que unem sustentabilidade e inovação. “Muitos dos nossos empreendimentos serão entregues com placas fotovoltaicas para a geração de energia solar para atender as áreas comuns. Quem for ao feirão poderá adquirir unidades em condomínios com essa tecnologia, por exemplo”, completa Resende.  

Para saber mais informações e cada cidade onde o Feirão de Porta a Porta será realizado basta acessar mrv.com.br/feirao.

Tags, , ,