Vedacit quer ser referência em sustentabilidade na construção civil

Vedacit quer ser referência em sustentabilidade na construção civil

No ano em que completa 85 anos, a Vedacit, líder no mercado de impermeabilização, acelera a sua jornada de sustentabilidade. O objetivo é alinhar gestão e práticas às recomendadas pelo Sistema B.

“Reconhecemos o Sistema B como um importante movimento que busca redefinir o sucesso no ambiente de negócios ao trazer para agenda das empresas o objetivo de serem melhores para o mundo”, afirma o executivo de Inovação e Sustentabilidade, Luis Fernando Guggenberger.

A Avaliação de Impacto B é uma ferramenta online que virou referência para a agenda de sustentabilidade da Vedacit. Ela foi desenvolvida pelo BLab, organização internacional sem fins lucrativos que reconhece e certifica empresas por unirem o lucro ao impacto social e ambiental e que, no Brasil, é representada pelo Sistema B.

“Em 2020, parte da remuneração variável de todos os nossos executivos foi atrelada à implantação de práticas do Sistema B e aumentaremos a importância desta agenda nos contratos deste ano”, afirma o presidente da Vedacit, Marcos Bicudo.

No ano passado, diversas ações tiveram destaque entre as práticas da empresa. O investimento no Mercado Livre de Energia, por exemplo, para comprar eletricidade somente de fonte renováveis. A fábrica de São Paulo é a primeira a ter a eletricidade consumida gerada totalmente por fontes renováveis, como usinas eólicas, hidrelétricas e solares. Até o final de 2021, Itatiba também migrará para o sistema. O objetivo é consumir 45% de energias renováveis e reduzir em 37% as emissões de gases de CO2 até 2025, evitando a emissão anual de 420,33 toneladas de CO2 em 2021.

Outra novidade foi o investimento em carro elétrico. Menos poluente e mais eficiente, algumas das entregas na cidade de São Paulo são realizadas com o furgão BYD T3. O automóvel é 100% elétrico, tem boa autonomia – circula até 150 km com apenas uma recarga – e gasta apenas 20% do que um modelo semelhante abastecido com diesel. Além do consumo de energia mais eficiente, o carro elétrico tem um rendimento próximo a 90% (enquanto o convencional fica em torno de 40%), o motor é mais leve e silencioso.

Em diversidade e inclusão o primeiro passo foi dado com a formação do Comitê de Diversidade e Inclusão. Colaboradores voluntários de todas as regiões do país, de todas as áreas, das três unidades, se reúnem periodicamente para promover a discussão e definir as próximas iniciativas na empresa.

As práticas fazem parte das metas de sustentabilidade definidas pela Vedacit para atingir até 2025. Entre elas também estão:

• Produtos e serviços para baixa renda – contribuir com o acesso de 1,6 milhões de residências a reformas habitacionais, com assistência técnica acessível e qualificada;

• Diversidade e igualdade de oportunidades – ter em cargos de liderança, pelo menos, 50% de mulheres, mais de 50% de pessoas pardas, negras, indígenas, além de atingir as cotas de PCDs, Jovens Aprendizes, pessoas com deficiência e ter 25% com idade acima de 50 anos, 17% entre 35 e 49 anos e 16% entre 25 a 34 anos;

• Água, energia e emissões – redução de 25% do consumo de água para usos não industriais e 45% de energias renováveis;

• Tratamento de resíduos sólidos e efluentes – logística reversa ou compensação de 22% das embalagens, 25% de embalagens fabricadas advindas de tecnologias verdes ou biodegradáveis, eliminação de 60% de resíduos fabris enviados a incineração/aterros industriais e reaproveitamento de 100% dos efluentes tratados;

• Saúde e segurança do cliente – ter 20% de produtos com certificações ambientais e 100% com informações acessíveis sobre EPI (Equipamento de Proteção Individual);

• Saúde e segurança do trabalho – redução de 70% na taxa de absenteísmo por doença e eliminação dos acidentes de trabalho;

• Servitização: 5% de EBITDA até 2023 saindo de receitas vindas da Trutec.

“Nesses 85 anos passamos por muitas transformações, mas o nosso propósito, de ‘transformar a vida de milhões de pessoas melhorando as condições de habitação, fazendo da sua casa a nossa causa’, sempre esteve à frente das ações. A intenção de incorporar a agenda de Empresas B na Vedacit é mais uma forma de manifestar nosso compromisso em gerar valor compartilhado para seus stakeholders. É um caminho a ser construído diariamente, com o aprimoramento constante de nossas práticas de sustentabilidade. Este é apenas um passo de toda a jornada que iremos percorrer, para contribuir com a criação de um ecossistema mais viável para o mundo e os negócios”, reforça Luis.

Comments are closed